Circuito mostra Ciência e Tecnologia para alunos da Rede Municipal de Ensino de Várzea Grande

Carreta da Ciência
Circuito mostra Ciência e Tecnologia para alunos da Rede Municipal de Ensino de Várzea Grande

Prefeita Lucimar visitou experimentos e equipamentos de divulgação científica junto com alunos da Rede de Ensino Municipal


11/05/2018    236

A prefeita Lucimar Sacre de Campos visitou na manhã desta sexta-feira (11) a carreta do Circuito Itinerante do MT Ciências, que está estacionada no bairro Ipase, em Várzea Grande, onde observou os diversos experimentos e equipamentos de divulgação científica, junto com alunos da Escola Municipal de Educação Básica “Maria Joana da Silva Almeida”.  “Fiquei impressionada com todos os recursos tecnológicos expostos neste espaço científico. De fato é um ambiente de aprendizado e encantamento, uma vez que são expostos diferentes princípios científicos, o que proporciona mais conhecimento aos nossos alunos e porque não dizer, o despertar para a ciência e tecnologia”, elogiou.

O projeto é uma iniciativa do Governo do Estado de Mato Grosso, realizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec), em convênio com o Ministério da Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), e com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso.  

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis, disse que a parceria firmada entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal, possibilitou a vinda do Circuito Itinerante do MT Ciências, justamente nesta semana em que antecede o aniversário de Várzea Grande, e que o projeto tem sido um presente para todos que visitam o local, principalmente aos alunos da Rede de Educação da Cidade, os do município, estado e particular, onde estão tendo acesso a todos os experimentos inseridos no circuito.  

“Quatro mil alunos da rede Municipal já passaram pelo local e tiveram a oportunidade de conhecer mais de perto todos os experimentos científicos. Essa também é uma forma de potencializar os conhecimentos para a criação de novos projetos que poderão ser apresentados também na feira de ciência, que é realizada em unidades escolares. Esse é um local que todos devem conhecer”, destacou o secretário Silvio Fidelis.

A professora Jaqueline Bispo - da Escola Municipal de Educação Básica “Maria Joana da Silva Almeida”, localizado no bairro Unipark, trouxe nesta manhã 44 alunos de 4 e 5 anos. “É uma chance de aprenderem um pouco mais dos experimentos produzidos a partir da química, física e matemática, além de um incremento a mais aos estudos. É gratificante ver o entusiasmo das crianças, com certeza algumas delas sairão daqui com vontade de ser no futuro um cientista. Este despertar muda a história da educação”.

A superintendente da Secretaria de Estado, Léticia Figueiredo de Oliveira disse que todas as pessoas que veem conhecer o circuito são acompanhadas por uma equipe de oito monitores, devidamente treinados para que a visita ao local tenha um maior impacto possível, com as explicações e interatividade. Ela explica ainda que há 2 projetos semelhantes ao Circuito Itinerante da Ciência de Mato Grosso, o Museu do Ponto, em Minas Gerais e a Caravana da Ciência, no Rio de Janeiro.

Por: Kátia Passos - Secom/VG