Trecho da 31 de Março já está sinalizado com mureta metálica e sinalizadores
TRABALHO REALIZADO

Trecho da 31 de Março já está sinalizado com mureta metálica e sinalizadores

O trabalho foi executado na tarde de ontem (28) pelos servidores da Secretaria de Serviços Públicos e Transporte do município

O trecho da Avenida 31 de Março, localizado próximo a uma curva acentuada e que estava provocando risco de acidentes já recebeu mureta metálica e sinalizadores.  O trabalho foi executado na tarde de ontem (28) pelos servidores da Secretaria de Serviços Públicos e Transporte do município. “Fizemos na última terça-feira a vistoria da área e constatamos a urgência na realização deste serviço, uma vez que o local estava sendo um grande problema para os motoristas que utilizam a via”, informou o titular da pasta, Breno Gomes.

O secretário destacou que neste primeiro momento foi resolvida a questão da segurança no local, com a implantação da mureta metálica e dos sinalizadores. Já com relação à erosão que está comprometendo o acostamento da pista, Breno disse que equipes de técnicos e engenheiros da secretaria de Viação e Obras estão fazendo estudos para resolver o problema.

Faixa de pedestre - A secretaria de Serviços Públicos está trabalhando para melhorar a sinalização da cidade, para isso está reforçando em vários pontos a faixa de pedestre. Quem passa em frente ao Pronto Socorro de Várzea Grande, por exemplo, já está tendo acesso à sinalização horizontal, o que tem garantido maior segurança ao pedestre e fluidez do trânsito.  “Além do PS, implantamos também sinalização na Avenida Castelo Branco, em frente ao prédio do INSS, na Filinto Mullher, em frente a um  supermercado, e na Avenida Alzira Santana, em frente à escola Fernando Leite”, destacou.

De acordo com o secretário Breno Gomes, o trabalho de revitalização da sinalização horizontal, será feito em vários locais, mas a secretaria de Serviços Públicos estará priorizando as vias onde mantém unidade escolar.   

Outras intervenções estão previstas e devem beneficiar bairros como o Cristo Rei, onde existe um fluxo grande de pedestre e de veículos.