Município de Várzea Grande também conta com fiscais de trânsito
“AMARELINHOS”

Município de Várzea Grande também conta com fiscais de trânsito

Respondem, diretamente, pela fiscalização e legalização da frota de táxi, vans escolares, ônibus e mototáxi no município, e principalmente atua no combate ao transporte clandestino. É uma unidade de apoio à segurança geral no trânsito.

Várzea Grande também conta com fiscais de trânsito, conhecidos como “amarelinhos”, lotados na Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana. Respondem, diretamente, pela fiscalização e legalização da frota de táxi, vans escolares, ônibus e mototáxi no município, e principalmente atua no combate ao transporte clandestino. É uma unidade de apoio à segurança geral no trânsito.

Segundo o servidor e fiscal Fábio Rubinho, a irregularidade mais comum é com referência à parte de estacionamento, veículos particulares parados em ponto de ônibus e não uso do cinto de segurança. “Só podemos efetuar a abordagem quando o veículo estiver parado (atrapalhando o fluxo do trânsito) ou estacionado. Se constatada alguma irregularidade, as multas são lavradas. A abordagem só acontece com vans, ônibus e mototáxis e táxis. A única exceção é com respeito a veículos particulares, que a atuação deve ser conjunta com a Polícia Militar, Guarda Municipal de Várzea Grande, Polícia Rodoviária Estadual e Federal”, explicou ele.

Do mês de janeiro à presente data, foram detectadas irregularidades em 184 táxis, 60 mototáxi e 65 vans. Nesta semana, o trabalho dos fiscais de trânsito está direcionado às agências de mototáxi, por conta da série de irregularidades detectadas nas fiscalizações cotidianas. “Estamos convocando essas agências para que compareçam à Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana para realizarem a legalização. Após o prazo estipulado, as agências que ainda estiverem irregulares serão fechadas. A lei existe e será rigorosa na sua aplicação.”

Fábio Rubinho enfatizou que está tendo total apoio da nova gestão na missão de melhorar e proporcionar mais segurança àqueles que se utilizam desse meio de transporte na cidade.