DAE cria comissão para apurar denúncia de possível irregularidade


DAE cria comissão para apurar denúncia de possível irregularidade

Essa comissão, segundo o diretor-presidente do DAE, Eduardo Vizotto, tem o prazo de 60 dias para apurar se há procedência ou não sobre a denúnci


10/08/2015    437

O Departamento de Água e Esgoto de Várzea Grande (DAE/VG) criou comissão para apurar denúncia contra três servidores da autarquia, que possivelmente estariam realizando ligações clandestinas no bairro Ouro Verde do município.

Essa comissão, segundo o diretor-presidente do DAE, Eduardo Vizotto, tem o prazo de 60 dias para apurar se há procedência ou não sobre a denúncia. Enquanto estiver na fase de apuração os servidores citados ficarão afastados por 40 dias de suas funções pelos fortes indícios dos fatos.

“Todas as denúncias que chegarem ao Departamento serão investigadas, e, aquelas que tiverem procedência e após a conclusão do processo administrativo os envolvidos serão punidos de acordo com a lei da Administração Pública”, disse o diretor.

O Departamento de Água e Esgoto alerta que este tipo de fraude é crime e compromete a estrutura física da rede de captação e distribuição de água do município de Várzea Grande.

Por: Izabella Araújo/ SECOM VG -