DAE vai ampliar capacidade de captação de água para atender os bairros 24 de Dezembro e 7 de Maio

DAE vai ampliar capacidade de captação de água para atender os bairros 24 de Dezembro e 7 de Maio

Na visita técnica de ontem aos bairros, os engenheiros do Município mostraram quais seriam os melhores locais para perfuração.

Para dar celeridade à expansão na ampliação do abastecimento de água tratada em Várzea Grande, a prefeita Lucimar Sacre de Campos e o diretor-presidente do Departamento de Água e Esgoto (DAE), Eduardo Vizotto, realizaram ontem (13) uma visita técnica em várias regiões da cidade para avaliar os pontos mais favoráveis à execução dos projetos. Vários deles, como o ponto de abastecimento que compreende os bairros 24 de Dezembro, 7 de Maio e o Distrito Industrial, já está em fase de estudos para receber um novo poço artesiano.

Como explica o diretor-presidente do DAE, a região do 24 de Dezembro, por exemplo, tem projeto de ampliação do sistema de abastecimento previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), assim como em outros pontos da cidade. Vizotto conta que dependendo do volume de produção do poço artesiano que será perfurado no 24 de Dezembro, o bairro 7 de Maio, também poderá ter um novo poço. “Qualquer volume de produção abaixo de 10 metros cúbicos de água por hora nos obrigará a perfurar dois poços para que a região tenha o abastecimento definitivamente normalizado, conforme determinação da prefeita. Porém, se o volume do 24 de Dezembro for suficiente, o alcance no fornecimento será suficiente para suprir a necessidade diária dos dois bairros e beneficiar diretamente cerca de 4,2 mil habitantes”.

Na visita técnica de ontem aos bairros, os engenheiros do Município mostraram quais seriam os melhores locais com chances, do ponto de vista geológico, de fornecer mais água e assim, corrigir de forma mais rápida o problema das comunidades que estão no entorno do Distrito Industrial. “Em épocas de estiagem, como a que acabamos de atravessar, o poço que atende aos bairros chega a perder até 70% de sua capacidade de produção. Para o novo período de seca, no segundo semestre de 2016, estaremos com essa questão resolvida em várias partes da cidade. O volume de chuvas desse mês normaliza a capacidade de produção dos poços. Em tempo de estiagem já teremos novos poços em funcionamento”, frisa o diretor-presidente do DAE, Eduardo Vizotto.

Outro foco de atuação do DAE neste momento é a região do grande Parque do Lago, onde está sendo executada a primeira etapa das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Nos bairros Parque São João, Engordador, Jardim Ipanema e Altos da Boa Vista, o Departamento está, em conjunto com as equipes do PAC, realizando o levantamento da rede de água e esgoto. “A rede existente estava obstruída com entulhos e concreto. Além disso, estamos fazendo as ligações corretas das residências até à rede de esgoto como também a de abastecimento de água, tudo antes da pavimentação. Trabalho integrado entre as pastas para garantir celeridade e a qualidade na prestação dos serviços”.

Vizotto destaca que conforme a previsão orçamentária do Órgão para 2016 estão projetados cerca de 15 quilômetros de rede de extensão de abastecimento de água que vai beneficiar vários bairros da cidade.