Várzea Grande e Exército Brasileiro desenvolvem a primeira ação de combate ao mosquito Aedes no dia 13


Várzea Grande e Exército Brasileiro desenvolvem a primeira ação de combate ao mosquito Aedes no dia 13

Em Várzea Grande a ação ocorre neste sábado (13), no bairro Ponte Nova, na Igreja Católica Nossa Senhora Aparecida, das 8h às 13h.


11/02/2016    549

A prefeita Lucimar Sacre de Campos recebeu nesta tarde (11), em seu gabinete, o general da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, José Carlos Braga de Avellar,  para definir as estratégias finais da grande ação de combate ao mosquito Aedes aegypti. O Exército Brasileiro está participando do esforço nacional que integra as ações de mobilização junto ao Estado e municípios.  Em Várzea Grande a ação ocorre neste sábado (13), no bairro Ponte Nova, na Igreja Católica Nossa Senhora Aparecida, das 8h às 13h.

Segundo o general Avellar o Exército Brasileiro estará disponibilizando neste dia 13 ao município de Várzea Grande 265 homens pertencentes ao 9º BEC - Batalhão de Engenharia e Construção e mais 30 homens das forças aéreas. “Esta ação faz parte da segunda fase de atuação da corporação na campanha promovida pelo Ministério da Saúde 'Sábado da Faxina – Não dê folga para o mosquito Aedes'. Com esta determinação vamos unir forças com o município de Várzea Grande numa grande ação de parceria”, destacou o general.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos disse que hoje foi um dia especial para Várzea Grande, data em que assinou o decreto declarando Situação de Emergência de Saúde Pública e também instituiu o Comitê Municipal de Mobilização e Combate ao Mosquito. “Este momento é de unir forças na proteção às nossas crianças que estão nascendo com microcefalia, doença associada aos casos de zica vírus. A nossa responsabilidade é de desenvolvermos ações integradas com auxílio das instituições e sociedade civil organizada no enfretamento ao Aedes. A conscientização é o ponto chave nesta luta”, pontuou a prefeita.   

Na ação,  as Secretarias Municipais de Viação, Obras e Urbanismo; Serviços Públicos e Mobilidade Urbana; e Saúde disponibilizarão 150  colaboradores da prefeitura e 5 supervisores para as frentes de trabalho. Os agentes comunitários de saúde e de endemias promoverão visitas domiciliares de casa em casa com orientações e panfletagens na eliminação de possíveis criadouros do mosquito. Haverá serviços públicos de limpeza urbana, remoção de lixos, entulhos e bolsões. A ação contemplará os bairros da Manga, Santos Dumont e toda extensão da Avenida 31 de Março. Duas pás carregadeiras e 8 caminhões basculantes darão suporte para a ação. 

Por: Cláudia Joséh - Secom/VG