‘Flor do Ipê’ é entregue oficialmente pela prefeita Lucimar a comunidade do grande Cristo Rei


O espaço público foi totalmente revitalizado com a instalação de bancos, reflorestamento, pinturas em todo o trajeto da trilha suspensa, bem como a instalação de rampas para acessibilidade

A prefeita Lucimar Sacre de Campos e a secretária de Meio Ambiente, e Desenvolvimento Rural Sustentável, Helen Faria, em clima de festa pelos 149 anos de Várzea Grande entregaram, oficialmente, a população moradora do grande Cristo Rei o Parque Ecológico ‘Flor do Ipê’. O espaço público foi totalmente revitalizado com a instalação de bancos, reflorestamento, pinturas em todo o trajeto da trilha suspensa, bem como a instalação de rampas para acessibilidade.

“A área ambiental já existia no meio do bairro Flor do Ipê. Por meio de Lei transformamos em parque ecológico, visando à proteção da área verde. Estamos entregando hoje a população um espaço que proporciona lazer, saúde e mais qualidade de vida. Este foi o início do projeto de revitalização, com as parcerias serão instalados ainda academia ao ar livre, espaço infantil com instalação de aparelhos. Com a Univag a parceria visa juntos com os estudantes de engenharia ambiental e arquitetura, implantar o projeto de plano de manejo do parque. A administração pública estará presente, desenvolvendo atividades físicas por meio da secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer”, disse a prefeita anunciando ainda para a região do bairro Flor do Ipê, a construção de um Centro de Educação Infantil.

Dona Maria Isanice da Silva Ferreira, que reside há 8 anos em frente ao parque ‘Flor do Ipê’, disse que ficou muito contente em ver esse importante espaço de lazer sendo revitalizado. “Antes da melhoria no parque tínhamos medo até de frequentar o local, agora todo revitalizado posso colocar a cadeira na porta de casa e daqui observar o meu filho brincar nesse espaço de lazer”.

O morador Adilson Pereira também comemorou a abertura do parque e as novas instalações. “Agora posso dizer que temos mesmo um espaço de lazer onde podemos desfrutar do verde que esse parque mantém e, visualizar os animais que habitam esse parque. Só temos que  agradecer a administração municipal e os parceiros por investirem nesta área e nos proporcionar mais qualidade de vida”, comemorou.

O Presidente do bairro Flor do Ipê, Ademilson de Oliveira,  lembrou das dificuldades enfrentadas para garantir o mínimo de funcionalidade do parque, que por muito tempos estava em estado de abandono. “Essa revitalização marca um novo tempo para os moradores do bairro. Além de revitalizado o parque está iluminado e em condições de receber não só a comunidade da região, bem como de outros bairros circunvizinhos e até as de Cuiabá, uma vez que o parque já ganhou reconhecimento e status de parque ecológico”.

A coordenadora do curso de engenharia ambiental da Univag, professora Kelly Maas, disse que o parque se tornou com a parceria estabelecida, com o município de Várzea Grande, um laboratório ao ar livre, onde os alunos poderão ter aulas práticas e visitas técnica no melhor aprendizado. “A proposta do curso de engenharia ambiental é trabalhar junto com o município, o plano de manejo do parque verificando não só a sua sustentabilidade, como também a verificação da qualidade da água e a preservação de plantas nativas, bem como a sua fauna”, completou.

Foi formada uma comissão composta por famílias moradoras do parque ‘Flor do Ipê’ que elegeu a moradora Sofia de Oliveira Prado a madrinha do parque ecológico. Ela terá a missão de mobilizar a comunidade em torno da preservação do parque.

 

O PARQUE - O Parque com área total de 19 hectares, dos quais 4 hectares são de trilhas suspensas dentro da mata de 700 metros,  o que possibilita uma contemplação diferente do que se vê em outros parques na Grande Cuiabá. No Parque é possível fazer a contemplação de diversas espécies de plantas nativas da extinta várzea, árvores, flores e toda a fauna silvestre, como diversas espécies de pássaros e mamíferos de pequeno porte (macacos, esquilos e tamanduá-mirim).