Procon de Várzea Grande integra Sistema Nacional de Defesa do Consumidor


O Sindec permite registrar atendimentos individuais aos consumidores

Com o objetivo de melhorar ainda mais o atendimento aos consumidores de Várzea Grande, a Coordenadoria de Defesa do Consumidor (Procon), estará neste ano de 2017 fazendo a reestruturação do órgão, com a realização de procedimentos administrativos  integrados ao Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), do Ministério da Justiça, na aplicação de políticas públicas de defesa do consumidor.

A coordenadora do Procon, Carolina Arruda Moreira, explica que o novo Sistema informatizado permitirá registrar atendimentos individuais aos consumidores, a instrução dos procedimentos de atendimento e dos processos de reclamação, além da gestão das políticas de atendimento e fluxos internos dos Procons integrados. Irá também elaborar Cadastros Estaduais e Nacionais de Reclamações Fundamentadas. “Todo esse trabalho integrado ao sistema de forma harmônica e articulada entre os Procons, gerará informações consolidadas e armazenadas nos bancos de dados do Sindec no âmbito do Ministério da Justiça”.

Carolina Barbosa disse que para a funcionalidade desses trabalhos haverá investimentos na área de tecnologia da informação, onde serão adquiridos equipamentos modernos e funcionais. “Vamos utilizar recursos do Fundo Municipal de Defesa do Consumidor na compra de novos computadores e impressoras. Vamos ainda investir na confecção de uniformes e crachás para servidores do órgão, para que estes possam ser identificados pelos consumidores e munícipes, bem como nas atuações de campanhas educacionais que realizamos em escolas e bairros do município”.  

A coordenadora disse ainda que as mudanças no Procon vem ocorrendo desde a instalações do novo prédio municipal, na Avenida Arthur Bernardes, passando pela ampliação e reestruturação do órgão, a fim de estender os serviços de cidadania e de proteção ao consumidor.

O Procon funciona na Avenida Arthur Bernardes, Bairro Ipase nº 1.399, das 8h às 12 e das 14 às 16h. Os telefones (065) 3692 2476/ 3682 3054 estão disponíveis para a população.