Endereço e dignidade nas mãos de 1.281 contemplados


Conjunto Habitacional é o primeiro que a atual gestão vai entregar. Pelo menos outros quatro também enfrentam problemas com as construtoras. São cinco mil casas paralisadas desde a gestão passada.

Ângela Fernanda da Silva, 39 anos, desempregada, tem 3 filhos -  sendo Loraine Vitória (4 anos), Gabriel Pietro (3 anos), Maria Fernanda (2 anos). A família está feliz, pois vai deixar de pagar aluguel por uma casa sem banheiro. “A casa nova é uma benção, vamos morar em uma residência de alvenaria, com banheiro e novinha. A vida toda paguei aluguel. Agora será uma vida nova. E o que mais me impressionou foi à transparência no sorteio das residências e também o sorteio dos lotes e quadras com acompanhamento de órgãos fiscalizadores”, relata. 

A dona Ângela refere-se o envolvimento participação da auditoria do Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal, além da instituição financeira Banco do Brasil no cumprimento normativos do Programa do Governo Federal “Minha Casa Minha Vida”. O sorteio de ontem (28) foi acompanhado por um dos gerentes gerais do Banco do Brasil em Várzea Grande, Ezequiel Busatto.

Neste sábado (29), a Prefeitura de Várzea Grande através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo realizou o sorteio dos lotes e quadras aos 1.281 contemplados para o Residencial São Benedito – Etapa 1, 2 e 3, no auditório na Sede da Guarda Municipal, Avenida da FEB, Bairro da Manga.  O evento contou com a participação de mais de 2 mil de pessoas, autoridades do Poderes Executivo, Legislativo e lideranças comunitárias. 

“Vamos resgatar o compromisso que temos com nossa população e garantir o acesso de todos a dignidade de oferecer um lar para sua família”, tem constantemente reafirmado a prefeita Lucimar Sacre de Campos, alertando, no entanto, que os problemas que levaram a não conclusão destes residenciais é em decorrência de problemas enfrentados pelas construtoras. “Não existe problema por parte da administração municipal e sim na relação comercial entre as instituições bancárias e as construtoras”, explicou Lucimar Sacre de Campos.

Outra beneficiária que está mudando de vida com a casa nova é Liane das Graças Fernandes Costa, diarista, 52 anos. Ela morava há dez anos em área de risco, na beira de um córrego e agora vai ter segurança e conforto na sua casa nova. “Sempre sofri com alagamentos e ficava doente na casa antiga por conta das condições precárias. Quando fiquei sabendo que iria receber uma casa, cheguei a chorar de tanta alegria. Há dias já estou com minha mudança encaixotada, só esperando para receber a chave. Agora é vida nova”, disse emocionada.

O Residencial São Benedito está localizado na Região Oeste mais precisamente no Grande São Mateus com acesso pela Av. Filinto Muller cortando a Rodovia dos Imigrantes e é um dos principais eventos em comemoração ao Jubileu dos 150 Anos de Fundação de Várzea Grande no próximo dia 15 de maio.

Para os moradores que receberam e participaram do sorteio de localização dos lotes e quadras, o sentimento de orgulho e a sensação de recomeço, estava estampado no rosto de cada pessoa beneficiada com o novo lar.

“É com respeito e compromisso de fazer o melhor para o nosso povo, que a prefeitura vem trabalhando para levar dignidade e realizar sonhos antigos da nossa população. As moradias serão oficialmente entregues no dia 15 de maio – aniversário de 150 anos de fundação da cidade e integra a programação alusiva ao Jubileu de Ouro, cumprimos mais uma etapa com transparência, probidade, eficiência e lisura obedecendo aos critérios do Programa do Governo Federal”, pontua o secretário Kalil Baracat.

Ele enfatiza ainda que o que era um sonho antigo, hoje passa a se tornar uma realidade. “Nós estamos entregando mais que casas, estamos garantindo um espaço com tranquilidade, conforto e segurança, levando dignidade para essas famílias que possam iniciar um novo momento em suas vidas e ter novas oportunidades”, frisa.

O vice-prefeito, José Hazama e o secretário de Governo, César Miranda, destacaram a importância do momento para Várzea Grande. "Investir no social sempre foi uma prioridade para a gestão atual. Estamos trabalhando para diminuir o déficit habitacional no município abrindo possibilidades para que pessoas realizem o sonho da casa própria e tenham saúde, educação, segurança de qualidade”, disseram.

Hazama lembrou que serão necessárias obras complementares que deixaram de ser executadas em gestões passadas. “São obras estruturantes em todos os segmentos da máquina pública que visam uma melhor qualidade de vida, pois não basta apenas as moradias, é preciso atender a região com escolas, creches, unidades de saúde e espaços para o lazer”, explicou José Hazama.

Outro efeito que um residencial como o São Benedito promove é o do desenvolvimento indireto, pois novos empreendimentos na área do comércio e da indústria com a consequente geração de emprego e renda passam a ser potencializados. “É muito importante em um município como o nosso com densidade demográfica e populacional expressiva que os investimentos aconteçam de forma ordenada, para não se promover o desenvolvimento desordenado, que acaba provocando mais despesas para o Poder Público”, alertou o  secretário de governo, César Miranda.

Conforme os critérios estabelecidos pelo Programa, os contemplados têm que comprovar renda que varia entre 1 salário mínimo e R$ 1.600,00, além da ausência de imóvel em seu nome ou no nome de qualquer outro membro da família que fizesse parte do núcleo. 

O Ministério das Cidades estabelece que todas as famílias enquadradas nos critérios de renda podem ser inscritas. Entretanto, a seleção prevê prioridade às famílias que possuem deficientes, idosos e crianças, assim como mulheres que sejam arrimo de família.

Confira a lista das Quadras e Lotes.