Várzea Grande e Senar realizam ‘Mutirão Rural’ no distrito da Passagem da Conceição, dia 19


A ação ocorrerá das 8h até às 16h na Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) ‘João Ponce de Arruda’

A Prefeitura Municipal de Várzea Grande e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar/MT) realizam dia 19 de agosto o ‘Mutirão Rural’ com foco na comunidade do distrito da Passagem da Conceição em Várzea Grande. O objetivo do mutirão é garantir a presença efetiva do poder público na área rural com políticas e ações que viabilizem um modelo de produção sustentável e a oferta de serviços. A ação ocorrerá das 8h até às 16h na Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) ‘João Ponce de Arruda’. O evento é coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável em parceria com o Senar.

A secretária municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rura Sustentável, Helen Farias Ferreira, explica que as populações rurais precisam de atenção especial quantos aos serviços sociais e de saúde e nessas localidades também se encontram pequenas propriedades da agricultura familiar às quais também precisam de assistência técnica especializada. “Ações como esta em que os poderes públicos, e entidades, como o Instituto Ação Verde, se unem para levar cidadania a quem mais precisa, ajudam a erradicar a pobreza e a universalizar serviços essenciais de saúde, assistência social, limpeza urbana, emissão de documentos, além de direitos e deveres. A secretaria de meio ambiente, por exemplo, além da distribuição de mudas de plantas realizará oficina de planejamento e aproveitamento de alimentos”, citou Helen.

Entre os serviços oferecidos estão oficina de pintura em tecido, atividades esportivas com educador físico, atividades artísticas, palestras técnicas, emissão de carteira de trabalho e carteira do pescador, emissão de fotografia 3X4, plastificação de documentos, emissão de Cadastro de Pessoa Física e carteira de  identidade, atendimento médico e odontológico, triagem de enfermagem, vacinação, vacinação de animais, teste rápido de HIV, glicemia e Hepatites B e C, confecção do cartão do SUS, Junta Militar, cadastro do Bolsa Família e Bolsa Idoso, atividades recreativas para crianças (pula-pula), confecção de boletim de ocorrência, palestras educativas, orientações ao consumidor e orientações de trânsito, palestras sobre drogas, registro tardio (certidão de nascimento), divórcios amigáveis, pensão alimentícia, mudas de árvores nativas e frutíferas, e tudo que estiver relacionado à Justiça.

“Além dos serviços de saúde e emissão de documentos, o mutirão irá atender outras necessidades da população da zona rural. Será feito um trabalho com as secretarias municipais de Serviços Públicos e de Viação,  Obras e Urbanismo como patrolamento, encascalhamento e tapa-burcos de ruas, limpeza da área pública e retirada de entulhos, sinalização viária, troca de lâmpadas. Estimamos no dia, um público de cerca de 500 pessoas”, citou Helen.

O trabalho também será integrado entre vários setores do Governo do Estado e Federal. Participam do mutirão, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), o Instituto de Metrologia e Qualidade (Imeq), Energisa, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar, Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência Extensão Rural (Empaer), Setas, Sine, Junta Militar, Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e Associação Mato-grossense de Idosos.

Mutirão Rural - Criado em 1996, o Mutirão Rural é um dos programas mais antigos do Senar- MT. Em Várzea Grande já ocorreram duas edições do Mutirão Rural, uma no ano passado na comunidade rural Sadia III e em maio deste ano no Distrito de Bonsucesso, evento que contemplou também os moradores do Praia Grande, Pai André e do Capão Grande.