Workshop vai apresentar novo sistema tributário aos contribuintes de Várzea Grande


Pellentesque erat arcu Com o novo Sistema as estimativas são de que a arrecadação de tributos deva crescer em até 20% nos próximos meses

A prefeitura de Várzea Grande, por meio da secretaria municipal de Gestão Fazendária, realiza na próxima segunda-feira, dia 11, no auditório do Hotel Hits Pantanal, a partir das 14h, um workshop para apresentar as funcionalidades e a operação do novo sistema informatizado, implantado pelo Município há menos de 60 dias. O evento tem como público alvo todos os usuários do sistema tributário municipal, especialmente os contabilistas, empresários do segmento do varejo, indústria e da prestação de serviços, que segundo técnicos da Secretaria, são os que mais utilizam o banco de dados eletrônico.

O secretário de Gestão Fazendária, João Benedito Gonçalves Neto, explica que o workshop é uma iniciativa inédita da prefeitura. “Nosso objetivo, além de mostrar todas as funcionalidades do novo sistema e orientar a melhor forma de utilizá-lo, é mostrar também  como o Município deu um salto tecnológico com a troca da plataforma. Ao apresentarmos essa nova ferramenta, consolidamos a eficiência dela”.

O evento, que será realizado em data única, terá palestras técnicas acerca dos assuntos tributários ministradas pelos técnicos da secretaria de Gestão Fazendária e a apresentação do sistema será realizada pelos técnicos da empresa contratada para implantação e manutenção do novo sistema da administração municipal.

O secretário destaca que o workshop conta com apoio do Conselho Regional de Contabilidade (CRC), da Associação Comercial e Empresarial de Várzea Grande (Acivag) e da Câmara de Diretores Lojistas de Várzea Grande (CDL), que são entidades que reúnem o maior número de usuários do sistema tributário local. “Mas destaco que o evento é aberto a todos que queiram conhecer a nova ferramenta e suas funcionalidades, basta comparecer ao local”.

Ele reforça ainda que quem já opera o sistema terá a oportunidade de esclarecer dúvidas. Neto explica ainda que boa parte das dificuldades reclamadas pelos usuários nesse período inicial foi registrada no processo de levantamento e fechamento de notas fiscais, em relação ao Simples Nacional, emissão do alvará de funcionamento, cancelamento de notas e procurações.

No mês passado, justamente em função da migração do sistema, a prefeitura publicou no Diário Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, o decreto de número 66/2017, que concedeu novo prazo para a quitação do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) aos contribuintes do Município, que tiveram mais alguns dias para regularizar o recolhimento do tributo sem qualquer penalidade. “Estamos adotando todas as medidas, estratégias e precauções para facilitar o acesso dos contribuintes ao novo sistema”, explica o secretário.

Em meados de julho, a prefeitura de Várzea Grande deu início à migração do sistema de emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFSE). A mudança foi decorrente do processo licitatório vencido pela Ábaco Tecnologia de Informações que assume por meio de novas ferramentas de Gestão tecnológicas o processo de arrecadação de impostos, contabilidade pública e de folha de pagamento.

Em quase 60 dias de operação do novo sistema tributário, o secretário Neto avalia que o processamento e a comodidade, que geraram a necessidade de uma nova plataforma, estão sendo atendidos e que a tendência é de evolução na operacionalização. “Temos um sistema mais completo e intuitivo e com conhecimento, nossos usuários e servidores irão usufruir de tudo que nos propusemos a melhorar em relação à arrecadação municipal”.

As estimativas apresentadas à prefeita Lucimar Sacre de Campos são de que a arrecadação de tributos deva crescer em até 20% nos próximos meses, valores estes que estariam deixando de entrar aos cofres públicos por causa dos gargalos e limitações existentes no antigo sistema, pontua o secretário Neto. Reforçando ainda que as novas ferramentas vão garantir maior agilidade, transparência e desburocratização, com a efetivação oferta e operacionalização de todos os programas disponíveis.