Mutirão de limpeza atinge 100% do Cristo Rei, missão é combater focos de doenças


Foram mais de 120 caminhões de entulhos retirados das vias públicas do Grande Cristo Rei

 

Combater focos de enfermidades decorrentes do acúmulo de lixo orgânico é a principal meta das ações de limpeza promovidas pela Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana em diversos pontos de Várzea Grande que hoje tem mais de 200 bairros e quase 300 mil moradores que produzem 170 toneladas por dia de lixo.

As ações estão concentradas nos bairros Vista Alegre e Vila Sadia, onde estão sendo executadas a varrição das vias públicas, poda de árvore, retirada de entulho e pintura de meio fio. Os trabalhos vão atingir ainda o bairro Alameda Júlio Muller, totalizando 100% de conclusão da operação limpeza, que faz parte do projeto “Uma Várzea Grande melhor para a Nossa Gente”.

A transmissão de doenças pelo lixo ocorre principalmente devido à grande quantidade de animais  peçonhentos e insetos atraídos pelos detritos (moscas, mosquitos, baratas, ratos, escorpião ,cobra entre outros) e também pela dificuldade de higiene nos espaços de triagem dos resíduos.

As pessoas estão sujeitas a doenças como o Tétano, Hepatite A, Dermatite, Cólera, Tracoma, Febre Tifóide e Verminoses, entre outras, demonstrando assim a importância da limpeza urbana e da correta destinação do lixo recolhido.

O vice-prefeito de Várzea Grande, José Hazama, que tem acompanhado de perto a execução dos trabalhos, lembrou que desde junho uma força tarefa foi montada para atender aos bairros de toda a região que é a segunda maior de Várzea Grande.

“Atualmente estamos com 95% ou seja, quase 100% dos serviços de limpeza executados. Foram mais de 120 caminhões de entulhos retirados das vias públicas, além de limpeza de praças e parques. A nossa meta tem sido alcançada, porém é necessário que a população também faça a sua parte, mantendo as calçadas limpas e os lixos colocados nas lixeiras para que possam ser recolhidos”.

A empresária Dulcinéia Aparecida Moraes Silva, que possui um empreendimento na Rua Jacarandá, disse que há muito tempo não via uma operação dessas, sendo realizada na porta de sua casa. “É bom saber que a Prefeitura Municipal tem olhado de modo especial a esse bairro que por muito tempo foi esquecido por ex gestores . Essa nova Administração tem priorizado o nosso bairro com todos os tipos de serviços e nós só temos a agradecer”.

Kátia Amorim Soares, moradora da Rua dos Ipês, também se mostrou satisfeita com a execução dos serviços realizados pela Prefeitura Municipal. “A limpeza geral e pintura de meio fio contribuiu para a valorização das nossas casas. É bom sair na porta de casa e ver tudo limpinho e organizado. A Operação de Limpeza nunca esteve tão em alta como agora em nosso bairro”, comemorou.

Para Hazama a mudança de comportamento e mentalidade tem realmente sido notada, mais ainda são necessários mais envolvimento neste sentido. Mais do que fazer investimentos em operação de limpeza e manutenção nos bairros, é preciso também incentivar a população a cuidar das vias públicas, não jogando lixo em locais impróprios, por exemplo.

“As pessoas continuam depositando indevidamente restos de materiais e lixos em determinadas vias criando bolsões irregulares de descarte de lixo, e em algumas delas onde a ação da prefeitura já foi realizada. Estamos atentos às necessidades da população, mas o trabalho do poder público precisa ser respeitado, só assim estaremos ampliando as ações básicas na promoção da melhoria de vida das comunidades”, pontuou.

O secretário de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Breno Gomes, lembra que ações de limpeza, semelhante a esta que está sendo desenvolvida na região do grande Cristo Rei, já foi realizada também no Parque do Lago e em todo o conglomerado de bairros que atinge essa região e também na região Central da cidade.

“Vamos começar uma experiência de coleta seletiva em alguns bairros e se funcionar a contento, vamos ampliar para todos, sendo que este tipo de serviço prestado pelo Poder Público depende muito da participação popular, ou seja, se a população contribuir as chances de dar certo são infinitamente maiores”, disse o secretário Breno Gomes.

Ele sinalizou ainda que a população tem outra importante missão, a de cobrar e fiscalizar os vizinhos para que também atuem no mesmo sentido sob pena dos serviços se tornarem inócuos, pois enquanto a menor parte contribui e faz seu papel, a outra suja e piora a situação de todos.

“A participação ativa do vice-prefeito tem sido fundamental para a descentralização e execução dos trabalhos, principalmente na região do Cristo Rei e Parque do Lago. Com a ajuda dele as demandas da região são encaminhadas de forma mais rápida, e desta forma agilizamos a execução dos trabalhos nos bairros sem comprometer as ações que são feitas de forma rotineiras em outras regiões da cidade”, garantiu Breno Gomes.