Banda Municipal vai às ruas e cai no gosto popular


No terminal André Maggi, as apresentações acontecem as terças e quintas-feiras com início às 7 da manhã

Quem frequenta o Terminal Rodoviário André Maggi e gosta de música instrumental poderá ter uma agradável surpresa se estiver por lá nas terças ou quintas-feiras nas primeiras horas da manhã. A Superintendência de Cultura da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer está promovendo o Projeto “Cultura e Arte Por Toda Parte” que, entre outras ações, está diversificando as apresentações da Banda Municipal para atingir variados tipos de público e levar a boa música instrumental para todos.

A ideia, de acordo com o superintendente Gastão Marques Filho, é levar as manifestações artísticas de Várzea Grande onde o povo está. “Queremos que a população conheça um pouco mais sobre nossa cultura através da música, da dança e da arte cênica”, declarou.

A Banda Municipal, formada por 27 músicos, todos servidores municipais, apresentam vários ritmos musicais, desde músicas regionais, MPB, clássicos, temas de filmes e até alguns sucessos internacionais conhecidos do público. No terminal André Maggi, as apresentações acontecem as terças e quintas-feiras com início às 7 da manhã.

“É um horário de pico de pessoas que utilizam do transporte público para se locomoveram até seu local de trabalho, por isso optamos pelo horário”, disse Gastão.

Para a vendedora Maria Luiza Assunção da Silva, 49, moradora do Jardim Glória, foi um susto descer apressada do ônibus e se deparar com a banda tocando. “Nunca tinha visto uma banda assim de perto e achei muito diferente essa ideia. A gente não está acostumada. A músuca agrada e deixa a gente bem feliz”, comentou.

A Banda Municipal se apresenta também no shopping da cidade todo primeiro domingo de cada mês dentro do projeto em parceria entre o Várzea Grande Shopping e Prefeitura Municipal.

Segundo Gastão Marques, a meta é levar o Projeto “Cultura e Arte Por Toda Parte” para diversos locais de Várzea Grande para atingir o maior número de pessoas. “Estamos finalizando um cronograma de apresentações que irão contemplar a grande maioria dos bairros, que vai poder conferir as apresentações musicais, de dança e as performances teatrais. Tudo isso bem perto de onde moram”, frisou.

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis, reforçou que o objetivo é socializar as manifestações artísticas para o acesso aos mais variados públicos. “Um município rico culturalmente como é Várzea Grande precisa difundir esse universo para o público, fomentando o conhecimento e divulgando nossa tradição que é tão diversificada”, afirmou.