Prefeita decreta luto oficial de três dias pela morte de Sarita Baracat


Sarita é considerada pioneira na política, por ser a primeira mulher a chefiar o poder de um município na História de Mato Grosso

A prefeita Lucimar Sacre de Campos decretou luto oficial no município por três dias, em decorrência ao falecimento da ex-prefeita, ex-vereadora e ex-deputada estadual, professora  Sarita Baracat de Arruda. O decreto n° 76/2017 entra em vigor na data da publicação com efeitos a partir de hoje (10) de outubro de 2017.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos lamentou profundamente a morte e estendeu sua solidariedade aos amigos e familiares. Para Lucimar,  Sarita foi uma visionária para seu tempo, quando em 50 anos atrás implementou mudanças importantes para consolidação da cidade.

“Os nossos agradecimentos aos preciosos feitos e trabalhos dedicados a comunidade no decorrer de sua existência, em especial, pela luta de inclusão da mulher no cenário político de Mato Grosso. Uma mulher exemplar, respeitável na vida política e de conduta pública ilibada. O decreto de luto por três dias é uma justa homenagem do Poder Público reconhecendo seu trabalho, seu exemplo em vida e sua dedicação com o município de Várzea Grande”, lamentou a prefeita.

Para o secretário de Assuntos Estratégicos, Jayme Campos, Sarita Baracat foi uma educadora eximia em todos os sentidos. Mãe, mulher e política exemplar que marca a História político-administrativa de Várzea Grande.  “Apesar de ter militado em lados opostos na política local sempre houve respeito a opinião de partidária de cada um. O respeito e o amor por Várzea Grande de Sarita Baracat, fez com que ela integrasse na campanha eleitoral de 2016,  com a prefeita Lucimar Campos, entendendo que era a melhor opção para mudar os rumos de Várzea Grande remetendo aos avanços socioeconômicos e industriais,  já alcançados na gestão atual”, afiançou Jayme Campos.

Sarita faleceu em 09 de outubro, devido a um infarto do miocárdio, aos 97 anos, deixa 2 filhos.  Filha de pais sírios, Sarita Baracat, nasceu em Várzea Grande em 29/12/1930. Seu pai Miguel Baracat nasceu em Damasco, capital da Síria, mas aos quatro anos de idade perdeu os pais e teve que vir com uma irmã para a América do Sul. Sua mãe Warda Zain Baracat, nasceu em uma cidade perto de Damasco, chamada Sidanaia.  

Sarita cursou o primário na Escola Estadual Pedro Gardéz, em Várzea Grande, o ginásio no Colégio Estadual Liceu Cuiabano e o magistério na Escola Estadual Pedro Celestino, em Cuiabá.

É considerada pioneira na política,  por ser a primeira mulher a chefiar o poder de um município na História de Mato Grosso. Sempre foi filiada ao PMDB. Sarita Baracat foi também vereadora, prefeita, deputada estadual, diretora Codemat, delegada do Ministério da Educação – MEC e secretária chefe da Auditoria Geral do Estado de Mato Grosso. Participava ativamente dos principais movimentos políticos de Várzea Grande e de Mato Grosso.