Projeto piloto "Pão e Leite é Vida" vai atender 400 famílias em Várzea Grande


O objetivo é garantir segurança alimentar e nutricional de pessoas carentes, possibilitando o desenvolvimento de potencialidades, e fortalecimento de vínculos familiares e comunitários

Foi lançado, oficialmente, nesta terça-feira (31), o programa piloto ‘Pão e Leite é Vida’ de iniciativa do Governo Municipal, que visa atender inicialmente 400 famílias do Grande Cristo Rei e que tem por objetivo garantir segurança alimentar e nutricional de pessoas carentes, possibilitando o desenvolvimento de potencialidades, e fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. O programa tem como perspectiva atender até junho do ano de 2018, mais de cinco mil famílias várzeagrandenses.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos, disse que o diferencial do programa reside na potencialização das atividades desenvolvidas pela Assistência Social junto às comunidades. “Não se trata de um programa isolado, ele soma com os demais programas que a Assistência Social já desenvolve na sua totalidade. São recursos municipais que voltam as comunidades em forma de benefícios e se completam no campo da segurança alimentar. Hoje aqui nesta comunidade, verifico o envolvimento das mães e famílias em torno deste novo projeto, que também visa fortalecer os vínculos familiares e acima de tudo dar mais dignidade e alimento na mesa. As mães vão se capacitar e aprender também mais um ofício, a produzir o pão em comunidade”.

A comunitária Maria Luiza Cordeiro de Assis, disse que se sentiu emocionada quando soube que a sua residência tinha sido escolhida para ser o local de lançamento do projeto ‘Pão e Leite é Vida’. “É bom saber que esse projeto vai beneficiar centenas de famílias carentes, com um reforço na alimentação de crianças que necessitam de alimentação balanceada, mas que na maioria das vezes os pais não têm condições de comprar nem o leite”.

Desempregada há vários meses, Darlete Cabral da Silva, moradora do bairro Santa Luzia, disse que esse projeto chega em boa hora. “A situação já não era fácil quando eu tinha uma renda, agora mesmo é que ficou complicada. O recebimento dessa alimentação representa muito para mim e para os meus dois filhos. É importante saber que a Secretaria de Promoção Social está nos ofertando esse beneficio com o programa”, comemorou.

Caroline Cabral Monteiro, moradora do bairro Princesa do Sol, também aprovou o projeto social. “Hoje tudo está muito caro e o dinheiro cada dia mais curto e esse programa com certeza vai completar a alimentação do meu filho. Pão e leite são alimentos necessários para não só para as crianças, mas para toda a família”.   

O vice-prefeito José Hazama disse que a Prefeitura Municipal tem aprimorado as suas ações sociais principalmente, seja na ampliação de programas, reforço de projetos básicos e de atendimentos humanizados. “Muitas famílias vivem situações de vulnerabilidade social e os programas surgem para suprirem as necessidades prementes das famílias. São vários projetos que potencializam as comunidades com capacitações. O Pão e Leite é Vida também tem essa função. A Prefeitura vem trabalhando incessantemente, nas áreas de Infraestrutura, Saúde, Educação e Assistência Social na oferta de serviços e ações essenciais, que visa o bem estar das comunidades, principalmente, as mais carentes”, concluiu Hazama.

A titular da secretaria de Assistência Social, Kathe Martins, disse que mais uma vez a Prefeitura Municipal vem buscando atender uma parcela da população que necessita de um olhar diferenciado. “Garantir que crianças tenham uma alimentação tão necessária para o seu desenvolvimento, como o pão e leite, também é uma das preocupações da prefeita Lucimar Campos. A alimentação e a nutrição constituem requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, possibilitando a afirmação plena do potencial de crescimento e desenvolvimento humano, com qualidade de vida e cidadania. Esse projeto, inicialmente estará atendendo cerca de 400 famílias, mas a nossa meta é ampliar o atendimento para 5000 famílias no próximo ano”, pontuou.