Atendimento Integrado à crianças e adolescentes avança em Várzea Grande e já beneficia mais de oito mil


De acordo com o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis, o seminário consolidou as atividades desenvolvidas ao longo de dois anos e meio do Projeto Redes de Territórios Educativos

O município de Várzea Grande tem avançado no atendimento integrado à criança, adolescente e jovem nas áreas de educação, assistência social e saúde. As atividades visam o fortalecimento das parcerias para alcançar esses resultados positivos foram discutidas durante o seminário “Essa Ciranda não é minha só”, promovido durante a última sexta-feira, 10, pelo Projeto Redes de Educação Integral da Fundação Itaú Social, desenvolvido pelo Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável – CIEDS, que contou com a participação de técnicos das secretarias de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Assistência Social e Saúde de Várzea Grande, além de dirigentes de Organizações Não Governamentais (ONG) e entidades da sociedade civil parceiras.

Durante o seminário, além de apresentações culturais com a participação da fanfarra da EMEB “Dirce Leite de Campos”, Rasqueado Cuiabano com o grupo Juventude Ativa do Centro de Referência de Assistência Social do Parque do Lago e Hip Hop com integrantes da ONG Acamis, foi promovido um amplo debate sobre as ações entre os atores sociais no fortalecimento ao atendimento à criança e ao adolescente desde a constituição da Coordenação da Rede de Educação Integral, durante o II Encontro da Rede de Atendimento realizado no ano de 2015.

De acordo com o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis, o seminário consolidou as atividades desenvolvidas ao longo de dois anos e meio do Projeto Redes de Territórios Educativos, que atua em quatro linhas principais, fortalecendo capacidades gerenciais e pedagógicas de organizações sociais do território, aproximando políticas públicas de assistência social e educação, através da construção de uma Rede agregando e unindo todos os parceiros.

Para José Cláudio Barros, gerente de Programas do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS/RJ), a realização do seminário “Essa Ciranda não é minha só” teve como objetivo a consolidação de um trabalho coletivo, mobilizando organizações sociais, escolas e unidades dos Centros de Referências de Assistência Social  do município. “As ações em rede em prol do atendimento integrado da criança e do adolescente fomentada pelo projeto Redes de Territórios Educativos de iniciativa da Fundação Itaú Social com realização do CIEDS têm mostrado resultados efetivos com melhoria nos índices sociais em Várzea Grande”, apontou.

Os participantes puderam compartilhar experiências durante os quatro painéis temáticos apresentados por facilitadores locais e convidados especiais como Telma Pinheiro da Secretaria de Assistência Social de Nova Mutum/MT e Patrícia Rakel Caldas, coordenadora pedagógica do Programa Mais Educação e da Rede de Educação Integral de São Luiz/MA.

As ações realizadas em parceria, concebido dentro do projeto social, com as secretarias municipais de Educação, Assistência Social e Saúde, com participação de ONGs e outros atores sociais que atuam na perspectiva da educação integral já estão beneficiando mais de oito mil crianças, adolescentes e jovens de Várzea Grande.