Guarda Municipal dobra atendimento e vigilância ao patrimônio público e à sociedade

Saúde Pública
Guarda Municipal dobra atendimento e vigilância ao patrimônio público e à sociedade

Conforme balanço das ações realizadas durante todo ano de 2017, a ronda escolar foi o serviço que mais cresceu, avançando 150% em relação a 2016


05/01/2018    3021

A Guarda Municipal de Várzea Grande, pertencente à Secretaria de Defesa Social, mais que dobrou o atendimento e a vigilância a ordem pública, ao patrimônio público, interferindo positivamente sobre a rotina da sociedade várzeagrandense. Conforme balanço das ações realizadas durante todo ano de 2017, a ronda escolar foi o serviço que mais cresceu, avançando 150% em relação a 2016.

A ronda escolar - como é chamado o patrulhamento preventivo - realizada junto as 82 unidades de ensino municipal, mais que duplicou no período, totalizou 2.024 atendimentos no ano passado contra 818 no ano anterior. Essa alta significativa deriva de uma estratégia mais assertiva e ostensiva em relação à rede municipal, ampliando o cuidado e a proteção à comunidade escolar, tanto as localizadas na área urbana como no campo, antes denominadas de escolas rurais.

Chamado de ‘Grupamento de Ronda Escolar (GRE)’, o programa tem como público alvo os mais de 25 mil alunos da rede pública municipal. Como explica o comandante da Guarda Municipal, Evandro Homero Dias, mediante ocorrências ou agendamentos, a GM também atende às escolas particulares e estaduais com a Ronda Escolar. “Além da presença dos agentes, por meio de palestras, apresentação de teatro de fantoches e mesmo visitas preventivas, estamos reduzindo registros de ocorrências de crimes nas comunidades como roubos, furtos e atentados contra vida. A conscientização junto às crianças e aos jovens está trazendo resultados”. Essa ação mais pontualmente e permanente junto às escolas teve início no segundo semestre de 2015, em Várzea Grande, e envolve toda a comunidade escolar e não apenas os estudantes.

O secretário municipal de Defesa Social, Alexander Torres Maia, considera a Guarda Municipal uma grande aliada nas ações educacionais e afirma que os investimentos feitos na instituição são fundamentais para os resultados positivos. Para o secretário, é preciso que esse trabalho seja intensificado cada vez mais. ”Nosso corpo técnico é qualificado e capacitado para desenvolver esse trabalho com eficiência. Com a presença efetiva da Guarda Municipal nas escolas e seu entorno, e, por meio do contato direto com alunos, pais e professores, além da abordagem constante sobre diversos temas, conseguimos reduzir de forma significativa as ocorrências de atendimentos nas escolas e na comunidade escolar”.

O secretário destacou ainda que a Guarda Municipal de Várzea Grande atingiu em 2017, graças às ações e investimentos aplicados desde o segundo semestre de 2015, seu grau de maturação, pois como completa, a Guarda Municipal retomou seu verdadeiro papel junto à sociedade e hoje está capacitada, armada e estruturada para atender prontamente o cidadão. “Capacitações se tornaram ações constantes dentro da corporação e são constantes para o bom desempenho do papel da Guarda”, pontua o secretario Maia.   

Além do reforço junto ao patrulhamento nas escolas, as unidades de saúde também estiveram presentes nas ações estratégicas da corporação no ano passado. Com grupamento implantado na forma de postos fixos, com a presença permanente de guardas municipais, o atendimento também duplicou, cresceu na comparação anual 132% ao contabilizar 1.634 registros ante 704 nos doze meses de 2016.

Outro dado considerado bastante positivo pela secretaria de Defesa Social é o saldo das operações integradas, ações realizadas junto às instituições militares, como a Policia Militar e o Corpo de Bombeiros, passaram de 51 para 91. Há ainda participação em diligências empreendidas pela Defesa Civil, órgão que integra a secretaria de Defesa Social de Várzea Grande.

Ainda conforme o balanço das ações, a Guarda Municipal também ampliou o atendimento, por meio da solicitação da presença da corporação em eventos. Em 2017 foram 1.634 atendimentos contra 704 do ano anterior. Entre os eventos, está a participação da Guarda Municipal no apoio à segurança da Corrida de Rei, que será realizada nesse domingo, dia 7.

O secretário de Defesa Social, Alexander Torres Maia, disse que os números apresentados refletem essa nova realidade da Guarda Municipal, que foi regastada por meio de importantes investimentos aplicados nos últimos três anos, a partir de meados de 2015. “A Guarda Municipal vem sendo valorizada pela gestão da prefeita Lucimar Sacre de Campos. Ao longo dos últimos meses registramos um amplo processo de reestruturação, com investimentos tanto na estrutura física como na nova sede da pasta, como no corpo operacional com treinamentos e capacitações, além de fardamentos novos, viaturas, armamentos, munições e condições de trabalho”.

Fim de Ano: No período de 15 de dezembro de 2017 a 1º de janeiro de 2018, a Guarda Municipal realizou a ‘Operação Boas Festas’, que reforçou o patrulhamento na região central de Várzea Grande como também em bairros de grande concentração de pessoas e de comércio. O intuito da Operação foi o de assegurar a tranquilidade no período de maior fluxo de pessoas e de dinheiro, nas últimas semanas de dezembro. Conforme relatório da Operação, foram contabilizadas 1.556 ações, entre abordagens, notificações, registros de ocorrências e atuações de forma integrada com a Polícia Judiciária Civil.

Em números foram cinco operações integradas, 1.021 pessoas abordadas, 357 abordagens de veículos, dois registros de ocorrências, 23 atendimentos operacionais e 148 notificações de trânsito.  

Maia destaca ainda que o trabalho ostensivo que os guardas têm desenvolvido diariamente na cidade, no cumprimento do seu papel na esfera da segurança, vem apresentando resultados positivos, como a redução da criminalidade. “A Guarda Municipal resgatou a notoriedade perante a sociedade local, bem como dos demais órgãos de segurança pública, principalmente nas ações de parcerias de serviços”.

Histórico: Conforme o advogado criminalista e autor do livro ‘Guarda Municipal Poder de Polícia e Competência’, Osmar Ventris, a Guarda Municipal pode ser entendida como uma Instituição Pública Municipal, uniformizada, hierarquizada, desmilitarizada, armada ou não, de criação constitucionalmente facultativa, por iniciativa exclusiva do Executivo Municipal, para agir na prestação de serviços no âmbito da segurança pública municipal e no contexto da preservação da ordem pública.

São princípios mínimos de atuação das guardas municipais: a proteção dos direitos humanos fundamentais, do exercício da cidadania e das liberdades públicas, a preservação da vida, redução do sofrimento e diminuição das perdas, o patrulhamento preventivo, o compromisso com a evolução social da comunidade e uso progressivo da força, por meio de capacitação e aparelhamento.

Guarda Municipal de Várzea Grande, pioneira na segurança cidadã do estado de Mato Grosso, completa no próximo mês seu 17º aniversário. A corporação foi criada em 2001, pelo então prefeito, Jayme Veríssimo de Campos.

Por: Marianna Peres - Secom/VG