Administração Regional mobiliza Grande Cristo Rei no enfrentamento a Dengue

Operação Contra a Dengue
Administração Regional mobiliza Grande Cristo Rei no enfrentamento a Dengue

O vice-prefeito José Hazama coordenador geral das ações da operação de enfrentamento ao mosquito da dengue, passa a monitorar e gerenciar todas as atividades das várias equipes que iniciaram os serviços no Grande Cristo Re


02/02/2018    1676

O vice-prefeito José Hazama coordenador geral das ações da operação de enfrentamento ao mosquito da dengue, passa a monitorar e gerenciar todas as atividades das várias equipes que iniciaram os serviços no Grande Cristo Rei. Os trabalhos que envolvem a operação ‘Todos Unidos: Várzea Grande contra a Dengue’ teve início nesta manhã (02) com diversas equipes em campos e polos diferenciados. A ação envolve todas as secretarias municipais e entidades parceiras.

O gestor lembra que essa luta que está sendo realizada pelo poder público necessita de um maior engajamento da sociedade. “Nós estamos dando o exemplo, mas se a população não nos apoiar fica mais difícil o combate ao mosquito, uma vez que os números de casos da doença têm aumentado no município, e o que vemos é que as pessoas ainda não estão dando a devida importância ao problema. Cerca de 75% dos criadouros segundo dados da  Vigilância Epidemiológica estão dentro das residências”, informou

Segundo Hazama, durante dez dias agentes e técnicos de saúde estarão percorrendo os bairros Maringá II, Hélio Ponce, Alameda Júlio Muller, Ponte Nova, Construmat, Vila Vitória, Joaquim Curvo, Beira Rio e região central do Cristo Rei. Esses bairros concentram mais de 14 mil famílias, que serão visitadas durante esse período de mobilização. Antes mesmo deste ‘Dia D’ as equipes já estavam trabalhando na região com a conscientização dos moradores.

“O nosso objetivo é justamente conscientizar a população sobre os perigos da doença, e fazer com que todos nos ajudem no combate através destas medidas simples. Neste momento, nós precisamos da mobilização de todos para que sejam multiplicadores das ações que Prefeitura Municipal está realizando. Vale lembrar que a prevenção ainda é o melhor remédio”.

O início da mobilização começou pelo bairro Maringá II onde as equipes visitaram as casas e vistoriam as caixas de água e vasos de plantas. Em uma das residências visitadas, foram encontradas larvas do mosquito. Agentes de saúde aplicaram o inseticida e orientaram a família no descarte de águas dos vasos da planta onde foi constatado o criadouro do mosquito.

Dona Carmem Maria da Silva abriu a porta de sua casa e recebeu a visita dos agentes de saúde que fizeram a inspeção de todo a área de lazer da residência.  Os agentes não encontraram nenhum foco do mosquito. “É importante essa ação que o município está desenvolvendo, mas é também importante que todos nós tenhamos essa consciência na preservação e conservação de nossos ambientes”.

Já dona Maria das Graças Araújo disse que a cunhada recentemente pegou a dengue e passou dias enferma. “Tenho muito medo de pegar essa doença também até porque todos que eu conheço passaram muito mal. Aqui em casa estamos todos alerta e mobilizados contra o mosquito”, completou.

PENALIDADE: A partir de hoje várias  medidas serão adotadas na punição de proprietários que possuem terrenos abandonados em Várzea Grande e que estão servindo de criadouro do mosquito Aedes e de animais peçonhentos.  

Fiscais do Código e Postura da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável estarão notificando e aplicando multas aos proprietários de áreas que estão servindo de bolsões de lixo e também para os que forem pegos jogando entulhos de qualquer natureza também nas áreas particulares.

Por: Kátia Passos - Secom/VG