Prefeita participa de lançamento da pedra fundamental do convento Noviciado de São José das Irmãs Agostinianas


As Irmãs Agostinianas possuem missões em 4 continentes e em Mato grosso em Nobres e Várzea Grande

A missa solene e  bênção do lançamento da Pedra Fundamental do Convento do Noviciado, de São José, da congregação Irmãs Agostinianas Servas de Jesus e Maria, foi realizada pelo Arcebispo Metropolitano de Cuiabá, Dom Milton Santos, e concelebrada por padres de várias paróquias de Várzea Grande, no terreno onde será edificada a nova casa das freiras Agostinianas, no último sábado (3), no Jardim Marajoara.

O ato contou também com as presenças oficiais de madres, postulantes, educandas, vindas de várias partes do Brasil e inclusive com as presenças das madres superioras de Malta Téssie Bezzina,de Roma Anacleta de Araújo Ferreira, da Itália Mônica Beltrão, de São Paulo Jacy Maria de Morais, da prefeita Lucimar Sacre de Campos e do secretário municipal de Assuntos Estratégicos Jayme Campos .

Logo pela manhã centenas de pessoas da comunidade e bairros vizinhos, além das presenças de vários segmentos religiosos da Igreja Católica já se encontravam no terreno onde será edificado a nova residência das freiras, aguardando a solenidade do lançamento da Pedra Fundamental.

No início da missa foi recordado o contexto histórico que se vive como Igreja. O arcebispo Dom Milton enalteceu a importância de se fortalecer as missões e disse que esta Pedra Fundamental é um fato, que se concretiza com a fé e determinação das freiras em trabalhar em comunidade. “A Gente fala mais com fatos do que com palavras. A Pedra Fundamental é um acontecimento histórico, incontestável, e que já está acontecendo. Com as Bênçãos de Deus já é uma realidade. O novo convento vai fortalecer as missões na cidade de Várzea Grande”, enalteceu Dom Milton.

Durante a homilia o Pároco da Igreja São Sebastião, Marcos Daniel, recordou a importância da permanência, da fidelidade, da confiança e do sentimento de pertencimento de todos que fizeram e fazem parte da história do Movimento na cidade em torno das ações das Irmãs Agostinianas. “Eu tenho certeza que nesta caminhada para construir este novo convento, em missão comunitária, será longo, porém vitoriosos, porque mais do que construir, vai abrigar novas servas de cristo e dar continuidade as missões no município”.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos, disse que hoje inicia uma grandiosa obra alicerçada na força e determinação das Irmãs Agostinianas. “É realmente motivo de muita alegria, de prestígio para nossa cidade, de fortalecimento da nossa fé. Sempre digo que se pudéssemos, a cada dia, participar de atos e ações que visam o bem comum, a nossa cidade seria bem melhor. Mas caminhamos para a reconstrução de uma Várzea Grande de progresso e oportunidades. Obras como está de propagação de fé, sempre são bem vindas em nosso município. Desejo sucesso a missão das Irmãs Agostinianas Servas de Jesus e Maria em nossa cidade”.

A Congregação Agostinianas Missionárias descentralizada em 4 Províncias, está presente em 04 Continentes: Europa, América do Sul e Caribe, África e Ásia, ou seja, em 17 países: Itália, Espanha, Brasil, Moçambique, Colômbia, Peru, República Dominicana, Chile, Argentina, Argélia, Tanzânia, Quênia, Guiné Equatorial, Índia, Filipinas, China Continental e Taiwan. No Brasil estão situadas na capital São Paulo e nos municípios Nova Londrina-Paraná, Paranaíba em Mato Grosso do Sul e em Mato Grosso em Nobres e Várzea Grande.