Saúde intensifica Campanha de prevenção no período de Carnaval


As blitzes têm a finalidade de sensibilizar a população quanto as vulneráveis infecções sexualmente transmissíveis (IST´s)

A Secretaria de Saúde de Várzea Grande, por meio do Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE-CTA), promove campanha de conscientização com slogan “Carnaval com saúde e segurança – use preservativo”. Ela reforça o preservativo como a mais importante arma de combate ao HIV e Aids, entre outras doenças sexualmente transmissíveis,  trabalhando a mensagem de prevenção nas ações pré-Carnaval e durante as festas.

As blitzes têm a finalidade de sensibilizar a população quanto as vulneráveis infecções sexualmente transmissíveis (IST's), como qualquer outra pessoa em situação de risco. Informar sobre formas de contágio e de não contágio, orientar e fornecer preservativos para que adotem prática segura de prevenção, além de contribuir para a diminuição das IST´s, HIV e AIDS em Várzea Grande e região.

“A campanha visa sensibilizar o cidadão em geral sobre a necessidade de utilização de preservativos para evitar infecções sexualmente transmissíveis incluindo HIV/AIDS, Hepatites virais e Sífilis, e também reforçar, durante o período carnaval, a importância de se fazer o teste rápido de HIV 30 dias após a pessoa ter sido exposta a uma situação de risco”, frisa o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes.

Conforme a coordenadora da Atenção Secundária, Juselly Lima a Secretaria tem o compromisso de promover e prevenir a saúde da população. Com isso, a equipe de Saúde de Várzea Grande já se mobiliza para proporcionar aos foliões, um carnaval seguro, longe de doenças e repleto de consciência.

“Realizaremos campanha para incentivar uso de preservativos, com ações de distribuição de preservativos em bares, posto de gasolina e pontos estratégicos da cidade, acompanhados de material informativo, nesta sexta-feira (09), no Centro de Várzea Grande. A campanha será dividida em dois momentos; primeiro o trabalho de promoção e educação em saúde para toda a comunidade, levando informação a todos; e o segundo momento nos dias de festa do carnaval com a distribuição dos materiais. O projeto é uma iniciativa da Secretaria Saúde e se alinha ao compromisso de fortalecer o bem estar social da comunidade e na construção de um ambiente favorável à saúde, aprendizagem e qualidade de vida”, explica coordenadora.

De acordo com a coordenadora, o trabalho é intensificado durante o carnaval porque é um período de festas com grande concentração popular. “As festividades aliada ao consumo de bebidas alcoólicas, podem deixar as pessoas mais vulneráveis às formas comuns de transmissão, como o sexo sem preservativo”, explicou.

Hoje (09), a blitz será realizada em bares, restaurantes, praças, feiras, lanchonetes e estabelecimentos noturnos e região do Posto Zero KM, no período noturno. Já dos dias (10) – sábado - a (13) - terça-feira, a blitz será concentrada no Trevo do Lagarto, das 17h às 19h30, com entrega de materiais educativos e preservativos para condutores de veículos que trafegam pelo local. Nesta segunda etapa a ação conta com a parceria da Polícia Rodoviária Federal.

O total de brasileiros com acesso ao tratamento com antirretrovirais no País mais do que dobrou entre 2009 e 2015, passando de 231 mil pacientes (2009) para 455 mil (2015). Atualmente, o SUS oferece, gratuitamente, 22 medicamentos para os pacientes soropositivos. Desse total, 11 são produzidos no Brasil. A rede de assistência conta atualmente com 517 Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), 712 Serviços de Assistência Especializada (SAE), além de inúmeras unidades básicas de saúde. Em Várzea Grande, todas as unidades básicas de saúde trabalham com a prevenção, tendo em especial, um Centro de Testagem e Aconselhamento para acompanhamento e tratamento de pacientes portadores destas infecções.