Campus foi criado há 4 anos

Sem salas
Campus foi criado há 4 anos

Desde primeiro vestibular, alunos precisam se deslocar para Cuiabá, onde usam bloco administrativo


16/03/2018    1928

O campus da UFMT em Várzea Grande foi criado em 2014 e, desde o primeiro vestibular, os alunos estudam em um bloco administrativo do campus de Cuiabá e utilizam os laboratórios já existentes. A previsão é de que, quando estiver instalado, o novo campus atenda três mil alunos. No local vai funcionar um Instituto de Engenharia, que concentrará as graduações nesta área.

Pró-reitor do campus de Várzea Grande, Mauro Lúcio Naves de Oliveira diz que a área foi priorizada em função da demanda existente no estado para os cursos de Engenharia. Cita que foi realizado um estudo, que ouviu também a comunidade, para definir a abertura de cursos.

Inicialmente, foram criados os cursos de Engenharia Química, Engenharia de Transporte, Engenharia de Minas, Engenharia de Computação e Engenharia de Automação e Controle. Há projeto para abrir mais cinco cursos em 10 anos.

O novo campus terá 44 salas de aula, quatro auditórios, 24 laboratórios e três galpões para abrigar laboratórios nas áreas de automação, minas e transporte. Terá biblioteca, restaurante universitário e setor administrativo.  Cerca de 85% desta estrutura já está construída. Os galpões e outros dois blocos ainda precisam ser edificados. Por semestre, os cursos vão receber cerca de 300 novos alunos.

Mais Obras: O vice-governador Carlos Fávaro informou a conclusão da licitação do Parque Tecnológico de Mato Grosso, que será instalado na mesma região da Universidade. As obras devem começar em até 45 dias. O projeto está orçado em R$ 8 milhões e tem como objetivo atrair empresas na área de tecnologia e gerar empregos. O bairro Chapéu do Sol ainda vai receber um campus do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e outro da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). (AM)

Por: Da Redação - Jornal A Gazeta