Educação Ambiental nas escolas reforça compromisso do município com a sustentabilidade


As ações promovidas pela Educação Ambiental já apresentam resultados na mudança de comportamento dos alunos sobre as questões de sustentabilidade

No Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, traz para o debate os diversos temas relacionados a este importante bem natural e pontua as relevantes ações que estão sendo desenvolvidas na Rede Municipal de Ensino, junto aos alunos, com o acompanhamento de professores, coordenadores e técnicos.

A conscientização sobre o meio ambiente, preservação da flora e fauna, limpeza e conservação dos bens públicos, reciclagem, coleta, destinação correta de resíduos, assim como ações de prevenção e combate a animais transmissores de doenças são temas trabalhados durante todo o ano em todas as escolas e creches de Várzea Grande, num esforço contínuo em conjunto com os demais órgãos municipais e estaduais ligados ao Meio Ambiente para promover o conhecimento e a conscientização da preservação ambiental e a utilização racional dos recursos naturais.

Várzea Grande vem se destacando no fomento da educação ambiental nas escolas da rede pública pelo trabalho de conscientização desenvolvido pelo núcleo de Educação Ambiental. “Temos avançado nas ações de conscientização para a preservação do Meio Ambiente junto às escolas, cujos resultados já podem ser sentidos pela mudança de atitude dos nossos alunos”, declarou o secretário Silvio Fidelis.

Na quarta-feira, 21, alunos da Escola Municipal de Educação Básica – EMEB “Armindo de Arruda Campos” do Jardim das Flores, promoveu a Culminância Parcial do Projeto Água, Dengue, Zica Vírus e Chikungunya em parceria com a Educação Ambiental da Educação. Pais e responsáveis foram convidados para conferir a mostra de trabalhos realizados pelos alunos e assistir as apresentações artísticas.

A diretora da escola Edna Alves da Silva explicou que as atividades foram resultado de um longo trabalho de pesquisa que envolveu os alunos de todas as idades. Os convidados puderam acompanhar as apresentações artísticas e teatrais sobre a conservação, o uso racional da água e sobre a prevenção de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes. A EMEB Armindo atende 256 alunos de 4 a 9 anos com Educação Infantil até o 4º ano do ensino básico.

A Educação de Várzea Grande promove também ações de conscientização ambiental em outras frentes. A realização da V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente (CNIJMA) 2018 está movimentando alunos e professores de quatro escolas da rede municipal de Várzea Grande, selecionadas para participar da etapa escolar do evento, que é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC), em conjunto com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), com o apoio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer em parceria com a SEDUC-MT, EMPAER-MT, Polícia Ambiental de MT e Instituto GFFEA.

Entre as ações de preparação para o evento, alunos do 5º ao 9º anos da EMEB “Gonçalo Domingos de Campos”( CAIC), sob a orientação do Professor Ricardo Batista de Souza, realizaram uma aula de campo nas nascentes dos córregos Onça e Traíra, onde fizeram uma limpeza e recolhimento de resíduos . Após o retorno para a escola compartilharam a experiência com os demais alunos.

A abertura do evento, ocorrida na noite de quarta-feira, 21,na EMEB "Senhora Dirce Leite de Campos" contou com a presença de autoridades municipais, do secretário de Educação, Silvio Fidelis, de autoridades estaduais como o coordenador de Diversidades Educacionais da Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), Admilson Mario Assunção e da professora do Núcleo de Educação Ambiental da SEDUC, Cleomara Nunes, que proferiu a palestra: “O uso sustentável da água na vida contemporânea” reforçando a importância da conferência desse ano que tem seu eixo central focado na discussão sobre o tema: “Vamos Cuidar do Brasil Cuidando Das Águas”. O evento foi finalizado pela aluna Kamilly Leme dos Santos, do 6º ano, que apresentou o Projeto “Água riqueza que precisamos preservar". Ela destacou a grande responsabilidade de representar o município na Conferência como delegada,

Para o secretário Silvio Fidelis, o município avança na questão ambiental na disposição de levar a temática para dentro das escolas, incentivando as crianças desde os primeiros anos de vida ao conhecimento e incentivando as boas práticas de economia de água, limpeza e conservação do bem comum, higiene pessoal, do correto descarte e reciclagem de lixo. “As crianças são nosso futuro e a conscientização ambiental desde a infância vai garantir a eles quando adultos uma cidade, um estado, um país melhor para se viver”, apontou.

A Educação Ambiental nas escolas tem obtido resultados importantes desde que foi implantado pela Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer e suas ações foram potencializadas a partir de 2015 e em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, iniciativa privada e outros órgãos da administração municipal e estadual, promovendo campanhas de conscientização, gincanas, palestras, mostras e exposições, premiações, aulas de campo, laboratórios, excursões, visitas as indústrias e aulas de campo, envolvendo e atendendo todas as escolas de Várzea Grande.

De acordo com o secretário Silvio Fidelis, no ano passado a Educação Ambiental da Secretaria de Educação trabalhou cerca de nove importantes projetos desenvolvidos por meio de parcerias com outros órgãos ligados ao Meio Ambiente e da iniciativa privada: Projeto 3Rs “Reciclar é bom, reutilizar é melhor e reduzir é melhor ainda”, Projeto “Plantar e Cuidar”, Selo “Empresa amiga do Meio Ambiente”, Teatro de Fantoches, Distribuição de sacolas para automóveis “Lixo Car”, Agenda Ambiental para a Administração Púbica (A3P), Feira de Ciências “Dia do Meio Ambiente”, Implantação de Hortas/Jardinagem e acompanhamento, e Projeto de Orientação sobre “Queimadas e Baixa Umidade do Ar”.