Cinema na Praça oferece cultura e lazer às famílias no Grande Cristo Rei


Os próximos bairros que vão receber o projeto são: Jardim Glória II, Oito de Março, Jardim Maringá, Jardim Imperial, Costa Verde, Asa Bela, Cohab Canellas e 24 de Dezembro

As famílias do Grande Cristo Rei tiveram uma noite de domingo de entretenimento, diversão e lazer com o projeto “Cinema na Praça”, neste dia 25, na Praça Áurea Brás. O evento é uma realização da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, por meio da Superintendência de Cultura. A proposta da ação é movimentar as praças públicas da cidade proporcionando às famílias integração e interação com cultura, gastronomia, artesanato, entre outras apresentações culturais.

Este ano estão programados nove meses consecutivos de atividades, atendendo as comunidades dos bairros do Cristo Rei, Jardim Glória II, Oito de Março, Jardim Maringá, Jardim Imperial, Costa Verde, Asa Bela, Cohab Canellas e 24 de Dezembro.

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos disse que o projeto cultural tem como objetivo democratizar o acesso ao cinema, por meio da exibição gratuita de sessões de filmes em praças da cidade.

“O projeto Cinema na Praça foi criado para difundir a arte por toda a cidade. É uma forma de dar oportunidade a todos os moradores de conhecerem o que de melhor produzimos em nosso Estado e também os projetos socioassistenciais no município. O Cinema na Praça é um projeto cultural e educacional que busca incentivar a integração das famílias, vizinhos, crianças e jovens, bem como a ocupação de espaços públicos pela população com momentos de magia, diversão e encantamento proporcionados pelas exibições de filmes e das feiras gastronômica e artesanal”, pontua a prefeita.

De acordo com o secretário de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, Silvio Fidelis a seleção dos filmes tem como objetivo agradar as diferentes gerações com temas que divertem e, ao mesmo tempo fazem pensar formando uma nova comunidade de apreciadores da sétima arte.

“O projeto é uma inovação e tem o intuito de integrar as famílias e a comunidade através da Cultura. A proposta foi aprovada pela população e todos os domingos um filme será exibido num bairro diferente com a meta de atingir ao todo nove bairros da cidade. Em cada exibição, o projeto leva um aparato com grande tela, cadeiras e equipamentos de som e vídeo. Os filmes são escolhidos e levando em consideração as produções regionais e da terra, como exemplo os curta- metragens do Nico e Lau humoristas mato-grossenses”, explica Silvio.

Silvio Fidelis sublinha ainda que a experiência tem grande retorno, não só pela reunião das famílias, bem como na satisfação de estar em um espaço ao ar livre, com acesso a cultura e gastronomia. “O evento foi bem recebido por pessoas de todas as idades que se misturam ao ar livre com olhares atentos e de encanto, fazendo com que nosso trabalho tenha o reconhecimento conforme a proposta do projeto”.

A sessão de cinema ao ar livre tem outras atrações como apresentação de atividades culturais, música, dança, corais, teatro, além de exposição de artesanato e espaço de gastronomia com comidas típicas locais dos projetos sociais, a exemplo, ‘Juventude Ativa’, ‘Amigas empreendedoras’, ‘Laços Maternos’ e Serviço de Convivência de Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

“Nem todos têm a oportunidade de frequentar salas de cinema ou mesmo ter em casa canal de filmes. Trata-se de uma ótima opção de lazer e entretenimento para a população que pode levar suas famílias inteiras. Os filmes são bem selecionados. A programação é voltada para o contexto familiar. Uma oportunidade também de expor a comunidade nossos projetos sociais e seus aspectos exitosos no segmento social”, frisou a Secretária de Assistência Social, Flávia Omar.

A estrutura para o projeto é formada por tendas, cadeiras, tela, palco, banheiros químicos masculino e feminino e policiamento. Em todos os espaços onde o evento estiver programado, será feita limpeza completa do local, iluminação pública, pintura de meio fio e poda de árvores. A intenção é realizar o evento sempre aos domingos, inicialmente nos bairros e posteriormente na região central envolvendo as associações de moradores, conselhos e lideranças comunitárias para o auxílio na divulgação.

Dona Célia Marina Oliveira, 65 anos, moradora do Cristo Rei disse que o empenho da Administração em relação à cultura e a arte conseguiram oferecer uma noite agradável aos participantes do Grande Cristo Rei. Ela agradeceu pelo projeto e falou que saiu da sessão feliz com o filme, além de estar acompanhada de sua família e toda vizinhança. “É muito gratificante receber gratuitamente divertimento com qualidade e ter a nossa comunidade unida”.

A diarista Maria Joana dos Santos, 29 anos, riu muito com as cenas do filme. “Foi muito engraçado. A Prefeitura está de parabéns pela relevante iniciativa em oferecer a sessão gratuita de filmes. O cinema é importante para agregar valores culturais para nossas famílias e filhos. Esse momento promoveu uma riqueza de inestimável valor”, destaca.

“Adorei o filme, muito engraçado”, conta a dona de casa Roberta Carla e Silva, 28 anos. Ela diz que vai convidar as amigas e não vai perder as próximas sessões em outros bairros. “Vou a todas as sessões agora”.