Projeto incentiva jovens a planejar futuro a partir de oportunidades e inclusão social


Cerca de 600 jovens de idade entre 12 à 18 anos fazem parte do programa e abrange 25 bairros

As atividades do Projeto 'Juventude Ativa' para o ano de 2018 serão pautadas em experiências lúdicas, esportivas, culturais e de aprendizagem. Desde a implantação, no ano de 2015 já tem dado resultados satisfatórios. Cerca de 600 jovens de idade entre 12 à 18 anos fazem parte do programa e abrange 25 bairros.

A Assistência Social tem por foco a constituição de espaço de convivência, formação para a participação e cidadania desses jovens que inseridos no projeto são ofertadas oficinas de violão, música, dança, teatro, grafitagem, pintura em tela e futebol, oficinas essas que contribuem para o desenvolvimento do protagonismo e de autonomia dos jovens a partir dos interesses, demandas e potencialidades dessa faixa etária entre 12 à 18 anos.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos, participou na tarde de hoje, quinta-feira (5), da posse de diretorias formadas por novos líderes e vices-líderes do projeto, totalizando 48 jovens que representarão 24 comunidades.

“Organizar e desenvolver programas próprios, de abrangência que promovam a inclusão social de jovens de baixa renda é uma das prioridades da pasta da Assistência Social. Esta ação fortalece nossa rede de proteção, dissemina conhecimento e gera políticas públicas, em defesa dessa camada social. Sendo assim, o município contribui para transformações positivas e duradouras para a causa. Em paralelo temos realizados projetos para o empoderamento das mulheres e famílias nas comunidades, fomentando experiências inovadoras de intervenção e contribuindo para o desenvolvimento social e econômico. As atividades do 1Juventude Ativa1 serão pautadas em ações que elevam o conhecimento. Só por meio de capacitação e que se consegue a transformação do meio em que eles vivem”, disse a prefeita

Para a sub-secretária, Vanessa Navarro, o principal objetivo do projeto é dar oportunidade para estes jovens alcançar o mercado de trabalho, por meio dessas capacitações e atividades semi profissionalizantes. “Trabalhamos com jovens em situação de vulnerabilidade social. Quando aqui chegaram não tinham noções nenhuma, por exemplo, de música. Tiveram aulas de violão e canto, e foram adquirindo experiência e gosto pelas modalidades ofertadas. Parece simples, mão não é, em se dar a oportunidade para aquele jovem que não tinha nada. As aulas de grafitagem, pintura têm ajudado o raciocínio deles na escola. O teatro tem desenvolvido a oratória e a timidez. Consideramos que esse trabalho tem dado certo através dos resultados que temos obtido até agora, mas, sabemos também que, há muito mais a ser feito, e sendo assim, nosso intuito é melhorar a cada dia”.

Na oportunidade, a secretária de Assistência Social, Flávia Omar destacou a importância do trabalho da assistência social para as comunidades e ressaltou que todos devem ser tratados em igualdade. “São iniciativas sociais que visam impactar positivamente as condições de vida a toda a sociedade várzea-grandense. O jovem ocupado com o saber, com certeza terá um futuro promissor, longe das mazelas da vida. Temos políticas públicas implantadas no fortalecimento da Rede de Proteção de crianças, jovens e idosos e acima de tudo voltado para a mulher. Fechamos um ciclo de proteção onde as famílias têm onde buscar apoio do poder público”, afiançou a secretária.

No ato de posse, a jovem Carolina Silva, do polo do Cristo Rei prestou uma homenagem a prefeita Lucimar Sacre de Campos, fazendo uma alusão a importância de ter a líder maior, mencionando a prefeita como espelho de liderança para o Projeto. “A maior habilidade de um líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas como nós. Parabéns a esta fantástica líder que acreditou e acredita em cada um de nós, que nos dá diariamente a oportunidade de seguirmos em frente com o propósito de sempre ajudar, apoiar e dedicar uns aos outros junto ao Poder Público”, agradeceu jovem pelo projeto 'Juventude Ativa'.