Seminário apresenta resultado de estudo sobre 'Desigualdade de aprendizado entre alunos das escolas públicas brasileiras'

Debate
Seminário apresenta resultado de estudo sobre 'Desigualdade de aprendizado entre alunos das escolas públicas brasileiras'

No seminário serão conhecidas as novidades relacionadas à aplicação do Sistema de Avaliação da Educação Básica para 2019


24/05/2018    221

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer e vice-presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação de Mato Grosso (UNDIME/MT), Silvio Fidelis está representando o município de Várzea Grande e o Estado de Mato Grosso no seminário promovido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em Brasília/DF. O evento realizado nos dias 23 e 24 de maio pelo Inep e pela Representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO no Brasil), em Brasília (DF), está debatendo a Desigualdade de Aprendizado e Infraestrutura na Educação Básica, a partir das evidências do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

Cerca de 150 professores e especialistas das secretarias estaduais de educação, das seccionais estaduais da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) estão reunidos para a análise de dois estudos realizados em parceria com a UNESCO e pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que têm como temáticas a desigualdade de aprendizado entre alunos das escolas públicas brasileiras; evidências da Prova Brasil (2007 a 2013) e a qualidade da infraestrutura escolar das escolas públicas da educação básica (ensino fundamental).

As pautas estabelecidas para a reunião partem dos dados fornecidos pelo Saeb e discutem a questão sobre os excluídos do sistema educacional, fundamental para que secretários, docentes e todos os envolvidos com a educação se engajem no processo de implementação dos marcos legais educacionais nacionais e internacionais, como o Plano Nacional de Educação e a Agenda Educação 2030, respectivamente.

Realizado desde a década de 1990, o Sistema permite avaliar a qualidade da educação ofertada no país e oferecer subsídios para a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento de políticas educacionais baseadas em evidências.

Na abertura do seminário, a presidente do Inep, Maria Inês Fini, destacou a importância da parceria realizada para o desenvolvimento de novos estudos. “A UNESCO tem sido a grande incentivadora de boas reflexões acerca da educação brasileira, especialmente aquelas que usam os resultados das nossas análises da Educação Básica”, afirmou.

Para o secretário Silvio Fidelis, a participação no seminário da UNEP é de grande importância porque possibilita a reunião com professores e pesquisadores na análise dos estudos realizados e é fundamental para o balizamento das ações a serem efetivadas na melhoria educacional do país. “O foco das discussões estão sendo os resultados preliminares e inéditos da pesquisa realizada sobre a qualidade da infraestrutura das escolas públicas o Plano de Divulgação dos Resultados do Saeb 2017, assim como as novidades relacionadas à aplicação do Sistema de Avaliação da Educação Básica para 2019”, declarou.

O secretário destacou que Várzea Grande tem representatividade efetiva em ações desencadeadas pelo Ministério da Educação – MEC em 2018. “Várzea Grande tem participação destacada nos estudos da Base Nacional Comum Curricular – BNCC, onde a professora Vanilda Carvalho Mendes coordena, juntamente com uma representante da Educação do Estado, os processos da elaboração da proposta curricular para os 141 municípios do estado e desenvolve ações formativas durante o processo de implantação da Base em Mato Grosso para 2018/2019”.

Silvio lembrou também que a professora Wanda Mello, da Secretaria de Educação foi selecionada como representante do Estado, para atuar como avaliadora de obras literárias do Plano Nacional do Livro Didático – PNLD 2018/2020, em evento promovido pelo MEC que será realizado em parceria com a Universidade Federal de Alagoas/UFAL em junho deste ano.

Por: Fred Nogueira - Secom/VG