Parceria entre prefeitura e Univag possibilita revitalização de ambientes em creches

Inclusão Social
Parceria entre prefeitura e Univag possibilita revitalização de ambientes em creches

As salas de aulas foram totalmente reformadas e pintadas


18/06/2018    701

Novas estruturas físicas e ambientes renovados em creches, fazem parte da parceria técnica entre a Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, com o Centro Universitário Univag. A parceria têm possibilitado ações voltadas para garantir mais conforto, segurança e acessibilidade aos alunos  dos Centros de Educação Infantil - (CMEI) . Ao todo já são 4  creches contempladas com o projeto Integrador de Interiores, desenvolvido por estudantes do curso de Arquitetura. 

Nesta segunda-feira (18), foram entregues quatro salas de aula reformadas e projetadas com novos ambientes, didáticos, atrativos, práticos  e inovadores, para atender aos 80 alunos matriculados no Centro Municipal de Educação Infantil  - ‘Professora Eleuza Maria Souza Santos’, localizada no bairro São João (Parque do Lago).

“Essa é uma parceria que tem obtido resultados positivos, não só pela grandeza do benefício, mas também pelo caráter social que ela proporciona às instituições educacionais do município. A revitalização e transformação das salas de aula, criam ambientes motivadores às nossas crianças. São ideias criativas, onde os alunos de Arquitetura projetam na prática o que aprendem na faculdade, e as salas ganham novas formas, novas pinturas e decorações, dando as crianças ambientes mais acolhedores .É preciso inovar para sempre dar passos à frente na educação dos alunos. Melhorar estrutura física também faz parte da nossa política de Educação, pois entendemos que para o melhor aprendizado é necessário estar também em ambiente saudável”, destacou a prefeita Lucimar Sacre de Campos.

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis disse que o convênio firmado com o Univag representa muito mais que uma integração entre os parceiros, mas a possibilidade de compartilhar experiências no fortalecimento de práticas inclusivas. “Cada ambiente foi pensado e criado de acordo com a faixa etária dos alunos, possibilitando as crianças um universo cheio de encanto e de aprendizado. Só temos a agradecer a parceria com o Univag que nos abriu as portas, beneficiando alunos da Rede Pública de Ensino, bem como os alunos do Centro Universitário, que ganham na prática, mais ensinamentos para futura carreira”.

A coordenadora do curso de Arquitetura e Urbanismo do Univag, Carmelina Suquere de Moraes, afirmou que essas ações desenvolvidas com a Prefeitura de Várzea Grande permitem aos acadêmicos vivencias pré-profissionais ainda na Academia.  “A universidade ainda que tenha um ensino de excelência, precisa ampliar as parcerias para que o estudante vivencie na prática, aquilo que aprendeu na teoria. É muito importante integrar as práticas acadêmicas com  o serviço público e  compartilhar experiências que contribuem com o  fortalecimento de ensino público”.

O principal objetivo do projeto, segunda ainda Carmelina, é integrar alunos do Univag em causas sociais. A ideia de desenvolver o  projeto com  alunos  de arquitetura, é o de instigar e despertar a capacidade de criação deles com o objetivo final de transformar e  tornar  ambientes saudáveis, no caso, salas de aula de creches, com condições físicas e estruturais para o estudo de crianças em escolas públicas, colaborando para a saúde e o conforto.“Nossa missão é formar profissionais preparados para o mercado de trabalho e, acima de tudo, profissionais cidadãos. Nossos cursos oferecem ações e projetos voltados à comunidade”, destaca.

A diretora da creche, Marli Tomaz de Arruda, disse que o projeto Integrador de Interiores, executado pelos acadêmicos de arquitetura trouxe mais alegria na unidade educacional. “A cada semana era quase impossível conter a ansiedade das crianças ao ver as paredes ganhando cores e sendo transformadas, sejam em um zoológico, fazendinha, circo e mundo aquático. Todos os ambientes ficaram diferentes e atrativos dentro das práticas pedagógicas. Só temos que agradecer a execução desse projeto nesta unidade de ensino”.

Ana Cláudia Camerana da Silva, que é mãe de uma criança de 3 anos, matriculada na creche, disse que foi verificar pessoalmente a revitalização da sala de aula, e ficou encantada com o que viu. “Todos os dias que a minha filha chegava em casa ficava horas contando sobre as  mudanças na  sua sala de aula,  e muito encantada com tudo o que via. Nunca a vi com tanta motivação. Hoje acordou bem cedo querendo vir logo para a escola, na sua sala de aula nova, o que a deixou muito feliz”, comemorou.    

 

Por: Kátia Passos - Secom/VG