Banda Municipal agrada público no desfile da Independência

Civismo
Banda Municipal agrada público no desfile da Independência

O repertório foi composto por marchas militares


10/09/2018    195

A Banda Municipal da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, abriu o pelotão da Guarda Municipal, no Desfile Cívico Militar do Dia da Independência. Com a regência do maestro Welliton Costa, a Banda Municipal levou a Avenida Getúlio Vargas em Cuiabá, repertório baseado em marchas militares, que agradou o público presente.

“Nos preparamos  para o desfile, com a montagem do repertório e as orientações para o dia. Esta é a primeira participação nossa no desfile de 7 de setembro em conjunto com corporações militares e grupos de organização civil. Além de ser uma data importante para a historia do país, é também um momento de apresentarmos o nosso trabalho e mostrar que em Várzea Grande existe uma Banda Municipal que tem atuação definida”, disse o maestro Welliton Costa, informando ainda que as atividades da banda municipal tem como  objetivo despertar  arte e ao mesmo tempo incentivar novos valores artísticos do município.

“O desfile representou uma experiência inovadora para a  os componentes.Todos os integrantes possuem muita alegria e força de vontade, e  no desfile pudemos mostrar  os talentos com as apresentações musicais.O objetivo maior da banda foi o de mostrar a arte da música para toda a população.Hoje podemos dizer que somos motivo de orgulho para a Administração.Os nossos  músicos têm um grande potencial e vêm abrilhantando inúmeros eventos” , afiançou Welliton Costa

O músico Gerson da Silva Conceição que atua na Banda Municipal desde a sua nova formação, conta que desde menino manifestou a vontade de tocar um instrumento e, com o passar dos anos escolheu o trombone como o seu instrumento musical. “Ingressei na banda de Várzea Grande e estou muito satisfeito com o trabalho que todo o grupo tem desenvolvido. Várzea Grande sempre manteve a tradição da banda municipal que fez historia no município. A sensibilidade da prefeita em reativar esse grupo colocou Várzea Grande novamente em evidência. A banda faz parte da cultura várzea-grandense”, comemorou.

Os ensaios da banda acontecem de segunda a sexta-feira, porém são feitos por naipes, ou seja, por modalidade de instrumentos de sopro e percussão. “Nas segundas, quartas e sexta fazemos os ensaios, dos naipes de trombone, saxofone e trompetes, já nas terças e quintas-feiras reunimos todos os integrantes da banda e realizamos o ensaio geral. Essa é uma das formas que utilizamos para a elaboração do nosso repertório e para o treinamento das músicas que geralmente são solicitadas em nossa apresentação”, pontuou.

HISTÓRICO: A Banda Municipal foi criada em 1997, a Big Band como era conhecida fez história no município e em várias cidades da baixada cuiabana, tocando em eventos públicos e até antecedendo a abertura de shows nacionais. Sob  regência do maestro Alberto Midon, a banda mantinha um apurado repertório composto de vários estilos, dentre eles, o MPB, Jazz, Blue, Chorinho, Samba, Mambos entre outros.  A Big Band atuou até meados de 2000. 

Neste mesmo ano, a banda municipal ficou a cargo do músico militar maranhense Manoel Teixeira de Oliveira, que reorganizou a Banda Municipal de Várzea Grande. Sob o seu comando, a banda várzea-grandense ganhou notoriedade, tornou-se uma referencia na área musical, sendo solicitada para também a se apresentar em outras cidades do Estado. Era uma banda eclética e tocava principalmente rasqueados, chamamé e ritmos que na época agradavam o público presente. Em 2002, o maestro Teixeira faleceu e a Banda Municipal ficou sem regente.

Já em 2017, sob a administração da prefeita Lucimar Sacre de Campos, a banda volta a atuar no município com a mesma força e dinamismo, sem esquecer a sonoridade, item que tem feito à diferença nesta nova reedição da Banda Municipal de Várzea Grande.

Por: Kátia Passos - Secom/VG