Várzea Grande pode assinar empréstimo de R$ 80 milhões para obras de asfalto

Empréstimo junto à Caixa Econômica Federal
Várzea Grande pode assinar empréstimo de R$ 80 milhões para obras de asfalto

Projetos das obras foram encaminhados para o ministério das cidades e para a Caixa Econômica Federal que sinalizou possibilidade da assinatura do empréstimo ainda em 2018


28/11/2018    190

A Prefeitura de Várzea Grande trabalha para assinar ainda neste ano de 2018, empréstimo no valor de R$ 80 milhões do FINISA - Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento da Caixa Econômica Federal - CEF, aprovado pela própria instituição financeira oficial, pelo Ministério das Cidades e já autorizada pelos vereadores da Câmara Municipal.

Acompanhado pelo senador José Aparecido dos Santos (PR), o senador eleito, Jayme Veríssimo de Campos e o secretário de Governo de Várzea Grande, César Miranda, foram recebidos em audiência pelo vice-presidente da Área de Governo, João Carlos Gonçalves da Silva que sinalizou a possibilidade de assinatura do contrato pela prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos.

“Demos um passo fundamental na Caixa Econômica Federal, pois estamos com todos os documentos entregues e preparados para a assinatura do contrato”, disse o senador eleito Jayme Campos para quem estes recursos serão integralmente utilizados para a pavimentação de ruas e avenidas de diversos bairros da segunda maior cidade de Mato Grosso.

Para o senador José Aparecido dos Santos, Cidinho, Várzea Grande é um exemplo de gestão pública aonde a correta aplicação dos recursos públicos surtem efeitos positivos para a população.

“É sempre bom poder ajudar a qualquer município, ainda mais quando sabemos que os recursos públicos se multiplicam e se transformam em benefícios para a população através de obras e ações de interesses sociais”, disse Cidinho Santos.

Segundo o senador Jayme Campos, Várzea Grande, trabalha pela liberação destes recursos, por ter capacidade de endividamento, estar com todas suas certidões de débito regulares, portanto, sem dívidas atrasadas e pode captar os recursos para atender a demanda da cidade e de sua população que cresce uma média de 7% ao ano.

“Caminhamos para fechar ainda neste ano essa operação de empréstimo que é uma demonstração da saúde financeira de Várzea Grande e da gestão que a prefeita Lucimar Sacre de Campos realiza e que está resgatando a credibilidade do Poder Público e dotando a cidade da infraestrutura necessária para atender as demandas”, disse Jayme Campos.

O senador eleito ponderou que todos estes recursos serão aplicados em obras de pavimentação asfáltica de ruas e avenidas que estão com os projetos levantados e entregues tanto na Caixa Econômica Federal como no Ministério das Cidades.

“Além do asfalto, estão previstas obras complementares que são tão essenciais quanto o pavimento, como as galerias pluviais para as águas das chuvas e o meio-fio, para se ter uma cidade organizada e que atenda as necessidades de sua gente",disse o senador.  

A prefeita Lucimar Sacre de Campos apontou que além da obra que é fundamental, ela considera como preponderante o fato de Várzea Grande estar com sua situação financeira equilibrada e suas pendências regulares.

“Mais do que o benefício da obra que é fundamental para a população e para a própria cidade, o fato de estarmos com nossas finanças e dívidas regulares demonstra que estamos cumprindo nossa obrigação de bem gerenciar as finanças públicas”, disse Lucimar Sacre de Campos assinalando que em 2015 quando assumiu o mandato, o Tesouro Municipal não tinha nenhuma certidão de débito, nem capacidade de endividamento e que este quadro foi aos poucos mudando até se atingir a atual condição.

Por: Da Redação - Secom/VG