Várzea Grande realiza ações de conscientização na Campanha Mundial de Luta contra AIDS

Prevenção
Várzea Grande realiza ações de conscientização na Campanha Mundial de Luta contra AIDS

As ações acontecem em todas as unidades de saúde do município


30/11/2018    123

A Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande intensifica as ações de orientação e prevenção da AIDS através de uma série de medidas que englobam toda a Rede de Assistência do Sistema Único de Saúde do município. O mês de dezembro para a saúde pública é voltado na prevenção, orientação e enfrentamento ao HIV/AIDS. As ações tiveram início na quinta-feira, 29, que são coordenadas pelo Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE-CTA).

A unidade especializada faz o acompanhamento e tratamento de 1.074 pacientes portadores do vírus no Município. Somente neste ano de 2018, cerca de 100 novos casos foram registrados pela rede de tratamento. Em 2017 foram registrados 81 casos.

Durante todo essa semana em vários pontos da cidade, profissionais devidamente capacitados vão orientar a população, sanar dúvidas e indicar as unidades de saúde onde podem realizar os testes rápidos e explicar sobre o acompanhamento e tratamento realizado pelo SAE/CTA em casos de confirmação do vírus HIV.

Durante a tarde de quinta –feira(29) os profissionais realizaram entrega de preservativos masculinos e femininos, em pontos estratégicos de alto fluxo de pessoas. Hoje dia 30 haverá palestra com o tema  “Assim pega Assim não pega”, no auditório da empresa Nhambiquara. Ainda nesta sexta-feira, os profissionais vão realizar uma Blitz Educativa, “Fique Sabendo”, Panfletagem e entrega de preservativos, realização de teste rápido de HIV, durante o período matutino na avenida Júlio Campos. Também na Upa Ipase, Pronto Socorro e no Centro Universitário de Várzea Grande (Univag). E ainda na região do Zero KM no período noturno. Todas as unidades estarão realizando ações nos dia 30 de novembro e 1º de dezembro, que marca o Dia D na luta contra a AIDS.

O gerente do SAE, João Paulo Alcântara Ortega, explica que no decorrer de dezembro as equipes se concentram para a  realização de testes para HIV nesse período, com campanhas, palestras, blitz em diferentes pontos da cidade entregando folders com orientações sobre as formas de se prevenir da doença e os locais onde podem buscar atendimento médico e preservativos.

“Buscamos locais de grande público para conseguirmos nosso objetivo que é conscientizar um maior número de pessoas, levar a informação e alertar para a necessidade de prevenção usando preservativos nas relações sexuais e cuidados também no manuseio de equipamentos que podem estar infectados após utilização num paciente portador do vírus. A gente faz campanha e intervenção porque muita gente não sabe como pegam as IST (Infecções sexualmente transmissíveis). Ninguém está imune ao vírus HIV”, pontua João Paulo.

Conforme o gerente do SAE/CTA de Várzea Grande, a unidade especializada além dos testes rápidos cujos resultados saem em 15 minutos e os testes convencionais que demandam de 5 dias para finalizar os resultados, também disponibiliza os folders com informações, preservativos masculinos e femininos e realiza palestras com os pacientes que fazem tratamento no local. Com a Campanha Dezembro Vermelho essas ações são intensificadas e levadas também para outras unidades.

Dados de pacientes com HIV em Várzea Grande– Em 2018 o Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE-CTA) já realizou neste ano 4.593 testes laboratoriais e 3.759 testes rápidos. Desse total de testes 100 deram resultado positivo para o vírus HIV. Atualmente, existem 1.074 pessoas com HIV em tratamento no SAE-CTA de Várzea Grande, sendo 497 AIDS e 514 HIV, 10 crianças, 39 crianças em acompanhamento (filhos de mãe soro-positivo), e 14 gestantes soropostivas. 

Por: Letícia Kathucia - Secom/VG