Investimentos do PAC para 2019 totalizam R$ 171 milhões em obras de esgotamento sanitário e água

Programa de Aceleração do Crescimento
Investimentos do PAC para 2019 totalizam R$ 171 milhões em obras de esgotamento sanitário e água

Serão construídas Estações de Tratamento de Água e Esgoto, além de ligação de rede de esgotamento sanitário


28/12/2018    290

Com a finalidade de fomentar o crescimento e o desenvolvimento, por meio do incentivo de investimento público em infraestrutura, a Secretaria de Viação, Obras e Urbanismo anunciou para o setor de esgotamento sanitário, a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do bairro Santa Maria, investimentos que totalizam R$ 83 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), incluindo a construção da estação na primeira etapa, além de implantação de rede coletora, estações elevatórias e ligações domiciliares na segunda etapa.

A obra já foi iniciada é a conclusão está prevista para final de 2019, já a segunda etapa o prazo de execução é de 24 meses, após liberação do Ministério das Cidades. Com estes investimentos serão contemplados 49 bairros da cidade e eleva o esgotamento sanitário de 23% para 75% de todo município.

De acordo com coordenador do PAC de Várzea Grande, Manoel Tereza Pereira dos Santos, o PAC engloba um conjunto de medidas destinadas a desonerar e incentivar o investimento público e aperfeiçoar a política fiscal, promovendo o crescimento acelerado com diminuição das desigualdades de renda, preservando, entretanto, o equilíbrio fiscal e monetário e reduzindo a dívida e a vulnerabilidade externa.

“Resgata a presença do município na definição de estratégias e de investimentos, através de um conjunto de medidas estruturantes, o PAC é um programa de incentivo ao desenvolvimento instituído para promover o crescimento econômico, a geração de empregos e a melhoria das condições de vida da população do município”, explicou Manoel Tereza.

Os investimentos do PAC-2 Água para 2019 em Várzea Grande somam na ordem de R$ 88 milhões, que substituirá o modal antigo de captação. “Esses investimentos ampliará a frequência e pressão da água potável, o que resultará na maximização da vazão, que passará a atender cerca de 96% da população com água potável de qualidade e com mais frequência. Serão investidos R$ 88 milhões para investimentos em captação da água, construção de Estação de Tratamento de Água (ETA), reservatórios e redes de distribuição e ligações domiciliares. A estimativa de execução das obras é de 30 meses”.  

Os investimentos foram organizados em dois grandes eixos: pavimentação asfáltica – PAC 1 -  e água e esgotamento sanitário – PAC 2. Os investimentos para pavimentação asfáltica foram de R$ 41 milhões. “Na pavimentação asfáltica foi realizado também as benfeitorias de drenagem, e esgotamento sanitário nos bairros Parque São João, Don Diego, Altos do Boa Vista, Jardim das Oliveiras, Ipanema, IKaray, Frutal de Minas, Nova Era, que totalizaram, em 2018, cerca de 28 km de asfaltamento das ruas e Avenidas destas regiões, contemplando aproximadamente 40 mil famílias. Os investimentos já executados no PAC 1 e os que serão investidos em 2019 no PAC 2 contabilizam R$ 212 milhões de reais em obras de água, esgoto e pavimentação asfáltica.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos comentou sobre as obras que já foram finalizadas e as que ainda serão executadas no município pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em parceria com o Governo Federal. “Essas obras são extremamente importantes para a cidade e não poderiam ter sido deixadas de lado. Desde que iniciamos nossa gestão, a prefeitura assumiu o compromisso de resgatar o PAC para melhorias de infraestrutura, água, esgoto e moradias. Foram elaborados os projetos e as obras se tornaram prioridade para a prefeitura, que conseguiu um novo cronograma junto ao Ministério das Cidades e conseguiu trabalhar com as empresas no realinhamento financeiro para a sequência do programa. O resultado está fazendo a diferença na cidade onde bairros inteiros receberam rede de esgoto e asfalto novo mudando a realidade e qualidade de vida dos moradores. No ano de 2019 estaremos empenhados para executarmos mais obras de esgotamento sanitário e melhorar cada vez mais a distribuição de água para a nossa população”, pontuou a prefeita.

Por: Cláudia Joséh - Secom/VG