Parceria viabiliza projeto sobre segurança nas escolas de Várzea Grande

Segurança nas Escolas
Parceria viabiliza projeto sobre segurança nas escolas de Várzea Grande

O Projeto tem o objetivo de desenvolver valores importantes para a formação das capacidades morais, intelectuais e sociais dos alunos.


06/03/2019    187

As parcerias celebradas entre a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer com secretarias, iniciativa privada e órgãos setoriais das esferas municipais, estaduais e federais têm viabilizado a implementação de projetos em várias áreas no município, beneficiando centenas de alunos das escolas da rede pública de Várzea Grande.

Um exemplo dessa iniciativa exitosa é a implantação do Projeto “Paz e Segurança na Comunidade Escolar” executado desde 2017 em parceria com a Secretaria Municipal de Defesa Social, através da Guarda Municipal. Este ano, o projeto vai atender em sua primeira etapa, 11 escolas num total de 22 escolas tanto da área urbana como também as unidades de campo.

Segundo a coordenadora pedagógica da Guarda Municipal, professora Márcia Maria Oliveira, o Projeto "Paz e Segurança na Comunidade Escolar" tem como objetivo desenvolver no aluno valores importantes para a formação de sua capacidade moral, intelectual e sociais, relativos à paz e à não violência. Através do projeto são promovidas palestras educativas sobre temas como: Família, Autoestima, Bullying, Ciberbullying, Doenças Sexualmente Transmissíveis, Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), Sexualidade, Drogas Lícitas e Ilícitas, Tráfico de Pessoas, entre outros.

A primeira escola a receber o Projeto este ano foi a EMEB “Aristides Pompeo de Campos” no bairro Cidade de Deus, no início de fevereiro. De acordo com GM Silva Neto, os trabalhos são desenvolvidos pela equipe do Programa “Crack, é possível vencer” e acontece em quatro momentos distintos: A apresentação à equipe gestora, a apresentação do projeto aos professores, o envolvimento dos pais e responsáveis pelo aluno no projeto e finalmente a realização das palestras para os alunos nos períodos matutino e vespertino.

Para o secretário Silvio Fidelis, os temas abordados pelas palestras do projeto são assuntos relevantes, atuais e urgentes para alunos e comunidade escolar. “O debate sobre problemas tão polêmicos tem que ser fomentado entre alunos, pais, gestores e este projeto proporciona esses momentos na escola. Conscientizar os estudantes sobre esses assuntos e apontar alternativas para o convívio amistoso entre todos também deve ser priorizado na rede municipal”, declarou.

Por: Fred Nogueira - Secom/VG