Prefeitura implanta programa 'Saúde na Escola' em 52 unidades de ensino do município

‘Sorria Várzea Grande’
Prefeitura implanta programa 'Saúde na Escola' em 52 unidades de ensino do município

A ação visa cuidar da saúde básica de crianças e adolescentes da Rede Pública de Ensino


05/04/2019    403

A Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio das secretárias de Saúde e Educação, realizaram na manhã desta sexta-feira, (05) a abertura oficial do Programa Saúde na Escola (PSE) de 2019 e assinatura do Termo de Compromisso Municipal entre as pastas. O evento foi realizado na Creche Municipal Jonas Pinheiro, no bairro da Manga. 

O Programa Social tem por objetivo o desenvolvimento de ações de promoção e atenção à saúde e de prevenção das doenças e agravos relacionados à saúde dos escolares, e também para recebimento de recursos financeiros e materiais. Para esse ano a novidade foi à parceria com outro programa social também desenvolvido pelas duas secretarias, o projeto “Sorria Várzea Grande”, que apresenta uma proposta de Promoção Social à Saúde Bucal. De início 52 escolas serão contempladas entre elas sendo 5 escolas estaduais.    

Participaram da solenidade de abertura das ações autoridades como a prefeita de Várzea Grande Lucimar Sacre de Campos, o senador Jayme Campos, vereadores, secretários das respectivas pastas executoras dos projetos e servidores que compõem as equipes de coordenação.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos agradeceu aos organizadores dos programas pelo empenho e dedicação em executar um trabalho que para ela é muito importante, pois se trata não só de cuidar da saúde das crianças, mas promover uma qualidade de vida para esse público.   

“Esse é um trabalho importante que vai da orientação ao tratamento. Devemos cuidar da saúde de nossas crianças e vir até elas antes que elas precisem vir até nos, estamos falando em qualidade de vida e bem estar à elas e aos seus pais. Orientação e cuidados devem andar sempre juntos, e essa é uma parceria que prezamos muito em nossa gestão e assim vai continuar sendo”, afirma a prefeita.   

Já o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes disse que é uma honra fazer parte desse projeto e aproveitou a ocasião para parabenizar todas as equipes envolvidas no programa.

“Sabemos que investir nas crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade é um novo horizonte. O projeto está sendo bem executado tanto pela equipe da Saúde como da Educação. O PSE tem como objetivo contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino. O público beneficiário são os estudantes da Educação Básica, gestores e profissionais de educação e saúde, comunidade escolar. A Escola é a área institucional privilegiada deste encontro da educação e da saúde. Espaço para a convivência social e para o estabelecimento de relações favoráveis à promoção da saúde pelo viés de uma Educação Integral”, destacou o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes.

Para o secretário municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis o Projeto identifica as prioridades e aspectos que precisam ser redimensionados e/ou qualificados no âmbito das ações de educação e saúde no território municipal. A Agenda de Educação e Saúde é uma estratégia fundamental de implementação das ações compartilhadas

“No âmbito da escola as atividades de planejamento definiram os detalhamentos da condução desse processo participativo integrado aos estudos e ao Projeto Político Pedagógico que representam uma oportunidade ímpar para os exercícios de cidadania. Por meio do diálogo entre comunidade escolar e equipe da Estratégia Saúde da Família, a Agenda de Educação e Saúde envolveu todos de forma a resolver também os problemas de saúde das crianças e jovens da Rede de Ensino do município. É um Projeto ousado e muito importante para todos, onde saúde e educação se unem para promoção da saúde coletiva dos alunos em suas necessidades básicas”, defendeu o secretário Sílvio Fidelis.

De acordo com a coordenadora do Saúde na Escola, Raquel Gonçalves Sampaio Picolo, o projeto visa também reduzir a vulnerabilidade dos jovens adolescentes, no que tange a prevenção contra a DST’s (doenças sexualmente transmissíveis), gravidez na adolescência, uso do álcool, drogas, prevenções de doenças, entre outros. Raquel garante que o sucesso do projeto é resultado do esforço de todos que participam das ações, para oferecer a essas crianças uma vida mais saudável.   

“Além da promoção à saúde como um todo os projetos também contribuem para a educação em saúde. Quando os educadores e alunos percebem que esses hábitos propiciam melhor qualidade de vida, sem dúvidas estão motivados a colocá-los em prática, com regularidade. Além de tudo se tornam multiplicadores, levando esses conhecimentos para a família e toda a comunidade”, frisa Raquel.      

Dona Elma Santos, esteve na unidade para acompanhar os netos que estudam na unidade e aproveitou para saber mais sobre o Projeto. “Fico muito feliz em ver o quanto a prefeita Lucimar está olhando para nós, esse projeto será muito bom para nossas crianças, meu neto mesmo de 3 anos está precisando de oftalmologista, serviço que já vai ter nesse programa”, comemorou a avó das crianças e moradora do bairro da Manga. 

Por: Letícia kathucia - Secom/VG