Procissão e missa festiva abrem comemoração aos 152 anos de Várzea Grande

Festa Santa
Procissão e missa festiva abrem comemoração aos 152 anos de Várzea Grande

As manifestações religiosas à padroeira de Várzea Grande também comemoram 152 anos e fé e esperança em um futuro melhor


05/05/2019    606

Centenas de fiéis participaram da procissão que percorreu as principais ruas e avenidas da cidade, seguida de missa campal realizada no Centro de Evangelização Padre Aldacir Carniel - Cepac. O evento católico marca a comemoração aos 152 anos de Nossa Senhora da Guia, padroeira de Várzea Grande e fundação da cidade. A prefeita Lucimar Sacre de Campos, juntamente, com o senador Jayme Campos, participou da solenidade religiosa, que está inserida na programação festiva de aniversário do município.

“Como gestora do município tenho a honra em participar desta grande festa, por dois motivos, a primeira por ser Nossa Senhora da Guia minha santa de devoção e a segunda porque ela é a padroeira de nossa cidade. Este é também um momento de fortalecimento de fé e comunhão entre todas as comunidades que participam desta grande festa. Precisamos valorizar esta ação religiosa e também agradecer a todos os envolvidos na promoção deste grande evento que é um marco na história do município de Várzea Grande”, disse a prefeita.

Lucimar Campos na ocasião convidou a toda a população para a programação festiva em comemoração ao Aniversário de Várzea Grande. “Temos mantido a tradição de começar as programações do aniversário com a procissão de Nossa Senhora da Guia. Este é um momento de fé e para também pedirmos a santa padroeira para que ela nos dê muita saúde e sabedoria para realizar uma boa administração, com obras e serviços que possam de fato melhorar a vida de todos que aqui moram. Queremos também fazer com que Várzea Grande esteja pronta para o desenvolvimento e para que isso aconteça não temos medido esforços para buscar recursos para investir em obras e serviços”.

O senador Jayme Campos lembrou que a fundação de Várzea Grande e a aparição da imagem de Nossa Senhora da Guia reafirmam a crença de um povo na fé e na esperança de dias melhores, tanto que ambas as histórias da santa padroeira como do município se constituem. “É fundamental participar todos os anos dessa grande festa, que hoje é considerada uma das mais tradicionais de Mato Grosso. Além da população da cidade, se encontram aqui famílias vindas de várias regiões do Brasil.  É com certeza uma das maiores manifestações católicas do nosso Estado”.

O padre Marcos Reis lembrou que antes de ser uma grande comemoração, a festa de Nossa Senhora da Guia é um momento de confraternização entre todas as comunidades e paróquias do município, que sai com o andor de Nossa Senhora da Guia, em frente a sua capela e que em um certo percurso da procissão se juntam aos andores das 21 paróquias vinda de todos os bairros, para juntos louvarem também a sua santa de devoção. “O encontro dos andores é um dos momentos mais emocionantes, elo de fortalecimento de fé e comunhão entre os diversos grupos católicos de Várzea Grande”.

O rei da Festa, vereador Gildenor Anselmo de Meneses, disse que a programação festiva em louvor a Nossa Senhora da Guia, foi preparada com muito carinho pelos devotos da santa e de todos os festeiros de promessa, bem como os permanentes, que não mediram esforços para realizar esse grande evento religioso. “A gente começa com os preparativos um ano antes, porém nos meses anteriores a festa o trabalho fica mais intenso. A dificuldade em organizar um evento desse porte é grande, mas contamos com a participação de pessoas maravilhosa e no final, tudo acontece da forma como foi proposta”.

Visivelmente emocionada, dona Tereza Benedita da Cunha, moradora do bairro Figueirinha, disse que essa é a primeira vez que participa da procissão e dos festejos de Nossa Senhora da Guia. “Todos os anos vejo pela TV a imagem da procissão e sempre tive vontade de participar, neste ano acordei cedo e vim participar da programação. Não tinha noção da grandiosidade dessa ação que enche a alma de fé e de esperança. No próximo ano com certeza estarei aqui de volta”.

Carregando os sapatos nas mãos, a moradora da Cohab Canellas, Cecilia Ferreira, não reclamou do percurso e nem do calor do asfalto, por uma única razão, agradecer a graça alcançada. Ela conta que o nascimento de um neto prematuro causou aflição em toda a família, daí pediu a nossa senhora que intercedesse pela vida da criança e foi prontamente atendida. “Além da graça de ver o meu neto bem, também pedi que Nossa Senhora da Guia amenizasse as dores nas minhas pernas, o que compromete a locomoção, essa graça também foi alcançada uma vez que as dores tem diminuído”, comentou.

Grávida de quatro meses, Jéssica Leticia de Paula, moradora do bairro Costa Verde, neste ano também participou da procissão de Nossa Senhora da Guia para tão somente agradecer a graça recebida. “O meu maior sonho era ser mãe, e embora casada há algum tempo não conseguia engravidar. Pedi que Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora da Guia que intercedesse junto ao Pai, para que eu fosse merecedora dessa graça. Hoje por honra e graça das santas, carrego em meu ventre um menino que em breve estará em meus braços”.

José de Abreu Cantarros, morador da região do Engordador, disse que participa dos festejos de Nossa Senhora da Guia há 16 anos como forma de agradecimento à uma graça alcançada quando há alguns anos, passou por uma situação financeira bastante difícil e que a santa o ajudou. “Por isso todos os anos eu participo dessa grandiosa festa e Nossa Senhora da Guia é a minha santa de devoção. Percebo que a presença dos devotos está cada vez maior. É bonito e emocionante ver todo esse povo reunido, orando todos juntos, num momento de comunhão e confraternização”.

Programação do Aniversário de Várzea Grande

Nesta segunda-feira (06), às 9h, será realizado o lançamento do programa de recapeamento asfáltico de 500.000 mil metros quadrados de ruas e avenidas do município. O evento ocorre na Rua Louro – localizado no bairro Mapim.

Já às 19h, haverá a entrega de Títulos de Legitimização Fundiária da Vila Santa Maria II, localizada na Rua 21 s/n - Quadra 5 - lote 17 (Instituto CEMPRHE).

Por: Kátia Passos - Secom/VG