Várzea Grande entrega o terceiro Cmei e anuncia mais obras e ações

Resgate da Credibilidade
Várzea Grande entrega o terceiro Cmei e anuncia mais obras e ações

Além da obra do Cmei, foi anunciada a pavimentação de ruas e avenidas e obras de urbanização da Alameda com áreas de lazer junto ao Rio Cuiabá


13/05/2019    408

Dentro da programação em comemoração aos 152 Anos de Fundação de Várzea Grande, a prefeitura entregou, o terceiro Centro Municipal de Educação Infantil – CMEI, antiga creche. O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) ‘Ana Isabel Moreira da Silva’, localizado no bairro Alameda Júlio Muller, é também a quarta unidade voltada à alfabetização infantil construída e entregue na atual gestão.

Até 2020, como destacou a prefeita Lucimar Sacre de Campos, outras 12 creches desse mesmo porte serão entregues à população, totalizando investimentos de mais de R$ 35 milhões em obras, fora os recursos para mobiliário, equipamentos e a oferta de cinco mil novas vagas na rede municipal pública de ensino, somente na Educação Infantil. “Estamos garantindo o aprender pedagógico na primeira infância e ainda, possibilitando que homens e mulheres possam ir à busca de colocações no mercado de trabalho para contribuir com a renda familiar. Esse novo modelo de creches que adotamos, amplo, arejado, confortável e seguro, permite às mães deixarem seus filhos em tempo integral na certeza de que estarão em um espaço adequado, sendo tratados com carinho e atenção e bem alimentados”.  

Além da creche, a comunidade do bairro Alameda – como é mais conhecida – será beneficiada ainda com a pavimentação de todas as ruas do bairro, ação já iniciada pela prefeitura, e ainda com um Posto de Saúde da Família (PSF), e pela entrega amanhã (14) da UPA 24 horas do Cristo Rei, localizada no antigo ginásio Ferreirão, que será inaugurada pela prefeita, a partir das 9h.

A Alameda Júlio Muller, como anunciou a prefeita, terá toda sua orla revitalizada e transformada em ponto turístico e de lazer por meio de um projeto orçado em cerca de R$ 10 milhões, que será licitado ainda em 2019.

Lideranças da comunidade, como o vereador Joaquim Antunes e o suplente Dedê da Alameda, destacaram que o bairro com 71 anos de existência passou por muitas dificuldades e que poucas vezes teve demandas atendidas pelo poder público municipal. “Essa creche, por exemplo, recebeu uma indicação minha na minha primeira legislatura, em 2013 e agora, na sua gestão a prefeita Lucimar vem nos agraciar com a obra. Obra modelo para o Estado e que significa a realização de um sonho para todos, pois nunca tivemos creche e nem asfalto”.

Fazendo um breve balanço de sua gestão, que completou quatro anos no último dia 7, a prefeita destacou que juntamente com o vice-prefeito José Hazama, o volume de realizações (ações, obras, serviços) desses 48 meses supera o saldo dos últimos 12 anos, quando outros gestores ocuparam o cargo de prefeito. “Acredito que tudo que fizemos até aqui é equivalente ao que foi feito em doze anos, ou seja, nos últimos três mandatos. Somente em 2019, temos um pacote de ações de 167 obras avaliado em R$ 500 milhões, sendo que apenas no aniversário são R$ 150 milhões de recursos públicos investidos em prol do povo e da cidade. Vamos chegar ao final dessa gestão, em 2020, com mais de R$ 2 bilhões investidos desde 2015 quando chegamos em Várzea Grande. Em tempos de economia reversa, acredito que estamos sim fazendo a diferença no dia-a-dia da nossa população e conduzindo de forma estruturante o desenvolvimento de Várzea Grande”.

Presente ao evento, o senador Jayme Campos, lembrou que todas as obras já entregues, e mesmo as que estão licitadas e em fase de execução, recuperam a autoestima da população e no fim, todos estão dando sua parcela de contribuição, seja melhorando as fachadas de suas casas e comércios, pagando o IPTU e investindo e empreendendo dentro da cidade. “As obras que estarão sendo executadas até 2020 irão gerar mais de cinco mil empregos diretos e indiretos, volume significativo considerando o contingente de mais de 13 milhões de desempregados no Brasil”.

UNIDADE - O CMEI ‘Ana Isabel Moreira da Silva’ começa a operar no início do segundo semestre, no dia 31 de julho, e vai ofertar até 250 vagas entre berçário até 3 anos, que conforme a direção da unidade, corresponde à demanda da região.

A diretora Ana Nádia de Almeida, conta que a creche vai atender moradores não apenas da Alameda, como também de bairros vizinhos, como Manga, Construmat, Ponte Nova e até de alguns bairros mais distantes dentro do grande Cristo Rei.

Entre os dias 27 e 31 desse mês será aberta a temporada de matrículas para as turminhas que vão frequentar a creche ainda em 2019, durante todo o segundo semestre.

Para a dona-de-casa Ana Paula Pereira, a creche vem em excelente momento, pois sua filha de cinco meses vai precisar de vaga para ela retornar ao mercado de trabalho. “Depois que a Manuelly nasceu, eu deixei o emprego para cuidar dela, mas preciso voltar a trabalhar e para isso, preciso muito dessa creche que é bem perto da minha casa”.

A aposentada Lourdes Tenuta, também moradora da Alameda, disse que a creche vai receber os dois netinhos – um de dois e outro de três anos – que hoje estão matriculados no Cristo Rei, longe de casa.

Outra moradora vizinha à creche, Eliane Lopes, também vai matricular a filha de apenas um ano, para poder trabalhar. “Pagar alguém para cuidar fica pesado, pois os salários estão baixos e aí a gente acaba pagando para trabalhar”.

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis, lembrou que somente dentro da programação de aniversário da cidade – iniciada no último dia 4 – esta é a terceira creche entregue e que terá a sua operação iniciada no segundo semestre. “Entregamos a ‘Caetano da Costa – Vô Caetano’ no bairro Ouro Verde e São Simão e a ‘Professor Edson Reveles Pereira’, no Jardim Maringá I. Na atual gestão já são quatro novas creches construídas e inauguradas, o que eleva o número de unidades educacionais públicas municipal de Várzea Grande para 85”. A primeira unidade construída e entregue pela prefeita Lucimar foi a unidade do Cabo Michel, no ano passado.

“A reestruturação da Educação tem sido um compromisso da prefeita Lucimar Sacre de Campos, que vem mantendo desde 2015, a política pública de fortalecimento e qualidade do ensino da Rede Pública Municipal”, completou o secretário Sílvio.

A creche leva o nome de uma ilustre moradora do bairro Alameda Julio Muller. Dona Ana Isabel, muito conhecida por promover festas gigantescas a São João – dentro de sua comunidade – formou sua família no bairro e parte do que foi sua chácara, hoje abriga a creche que traz seu nome. A família de dona Ana está sendo novamente homenageada pelo Município. Seu esposo, Apolônio Frutuoso da Silva – comerciante na região – empresta seu nome à uma escola municipal do bairro vizinho, no Construmat, unidade inaugurada na década de 90 pelo então prefeito Jayme Campos.

Todas as unidades infantis inauguradas pela Prefeitura de Várzea Grande seguem projetos definidos pelo Ministério da Educação através do FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento para a Educação e tem sala de aula, berçário, sala de amamentação, refeitório, brinquedoteca, espaço solarium, lavanderia e banheiros adaptados para crianças e para os profissionais que atendem os alunos.

Os CMEIs são climatizados e respeitam regras de acessibilidade, além de terem banheiro com água quente.

“São obras magníficas e que colocam a Educação de Várzea Grande em uma situação de privilegiada, mas temos que lembrar que todo o esforço e determinação, conta com o apoio imprescindível dos professores e  profissionais da Educação que asseguram as crianças a educação de nível que permitirá a formação de homens e mulheres do amanhã”, disse a prefeita agradecendo o apoio recebidos dos servidores públicos municipais.

Por: Marianna Peres - Secom/VG