"Prati-Cidade" no Alameda oferta serviços gratuitos de cidadania

Mutirão Social
"Prati-Cidade" no Alameda oferta serviços gratuitos de cidadania

Mais de 40 serviços estão a disposição dos moradores do bairro Alameda, Construmat, Vila Sadia, Aroeira e Vista Alegre


07/06/2019    185

A dona de casa Lurdes Tenuta, 59 anos, moradora do bairro Alameda, é uma das centenas de pessoas que participaram na manhã desta sexta-feira (07) do projeto de cidadania da Prefeitura Municipal – o mutirão social ‘Prati-Cidade’, que ocorre na Escola Estadual Manoel Correa de Almeida, no bairro Alameda. Ela foi buscar atendimento na área médica, na especialidade de oftalmologia. “Cheguei logo cedo e garanti a minha senha de atendimento. Esse projeto social chega à boa hora na nossa comunidade, e o mais importante, ofertando essa gama de serviços públicos em um único lugar. Além de atendimento médico, vou aproveitar a ocasião para buscar informação junto à secretaria de Habitação, para saber sobre a questão da regularização fundiária”, informou a moradora.

Carolina Moreira, moradora do bairro Construmat, também foi em busca de oftalmologista. “Ouvi o carro de som anunciando a realização do mutirão social aqui na escola e resolvi participar. Estou tendo problemas na visão e como o serviço aqui é totalmente gratuito, resolvi me consultar. A iniciativa da Prefeitura Municipal em trazer para o bairro serviços essenciais, como da área de saúde, é muito importante, porque além de ser perto de casa, temos muitos serviços à disposição ”.   

Apesar de não ter ainda experiência em nenhuma profissão, mas com uma vontade de aprender, a jovem Ellen Santos, 21 anos, moradora do bairro Aroeira, resolveu se cadastrar no Sistema Nacional de Emprego – Sine. “Vim procurar o órgão para saber das vagas existentes. Preciso de um trabalho e tenho certeza de que aqui vou encontrar uma opção e entrar para o mercado de trabalho. Apesar de não ter muita experiência, sou dedicada e posso aprender uma atividade em pouco tempo”, disse contente.

Com mais de 40 parceiros envolvidos, o ‘Prati-Cidade’, que acontece até às 17h, conta com atendimentos em diversos setores. Os moradores dos bairros de abrangência da ação poderão se dispor de emissão de documentos pessoais, emissão de certidões, de registros de nascimento, de registro de imóveis, consulta de CPF, plastificação de documentos, alistamento militar, teste de paternidade e de DNA, assessoria jurídica para pedidos de casamento e divórcio junto à justiça Comunitária e Defensoria Pública, entre tantos outros serviços, além dos da Administração Municipal que levou para a ação serviços de todas as Pastas.

A secretária de Assistência Social, Flávia Omar, lembra que a promoção da cidadania tem sido uma prática na administração da prefeita Lucimar Sacre de Campos, e que não tem medido esforços para proporcionar, oferta de serviços e ações voltadas às comunidades, principalmente, aquelas que se encontram localizadas em regiões mais distantes. “Todos nós temos direitos assegurados a saúde, educação e igualdade aos direitos civis, políticos e sociais. O 'Prati-Cidade' é justamente uma forma de garantir que toda a população possa ter a disposição, esses serviços”.

Entretenimento:  Para as crianças que participam do ‘Prati-Cidade” a Superintendência de Esportes garantiu um espaço reservado para entretenimento, brincadeiras e diversão. A Guarda Municipal de Várzea Grande levou para a escola o teatro de fantoche.

O Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental levou à escola a exposição de animais empalhados, onde as crianças puderam interagir e conhecer um pouco da fauna mato-grossense.

O adolescente Alisson Martins, de 14 anos, estava aguardando ansioso para o torneio de futebol. Já inscrito o jovem comentou que futebol é a sua paixão, mas que antes da bola rolar ele iria jogar xadrez e cortar o cabelo. “Essa é uma oportunidade de participar de várias atividades, e o mais importante, ficar entre os amigos do bairro ”, completou.

Por: Kátia Passos - Secom/VG