Escolas da rede municipal participaram de concurso de quadrilhas juninas

Festividades
Escolas da rede municipal participaram de concurso de quadrilhas juninas

O Festival Junino - FestJu/VG ocorreu no bairro do Ipase em parceria com a Prefeitura Municipal


01/07/2019    506

Alunos das escolas da rede municipal de Várzea Grande participaram no último fim de semana do primeiro Festival Junino – FestJu/VG, promovido no bairro do Ipase.

O festival teve competição de quadrilhas juninas com premiações e equipe julgadora. As escolas vencedoras foram a EMEB Tenente Abílio da Silva Moraes em primeiro lugar, EMEB Benedita Bernardina Curvo em segundo e EMEB Salvelina Ferreira da Silva em terceiro. A primeira colocada ganhou uma televisão 55 polegadas, a segunda um notebook e a terceira ganhou uma geladeira.

A Escola Tenente Abílio, localizada no bairro 15 de maio, campeã do festival apresentou a história do município de Várzea Grande, onde o público foi receptivo com muitos aplausos. A escola destacou o desenvolvimento da cidade industrial, e na encenação demonstrou o cruzamento de avenidas, em forma de dança.

Já a Escola Benedita Bernardina Curvo, segunda colocada inovou ao apresentar uma peça teatral dentro da tradicional quadrilha. Laços de Alegria.

A terceira colocada no concurso de quadrilha, levou ao recinto o tema: 'Tchá do Amor', onde eles contaram a história de um caixeiro viajante que chega a Várzea Grande, mais precisamente na Praça do Ipase, onde está acontecendo um festival de quadrilhas, para vender um produto que ele não acredita no seu poder, que é o ‘Tchá do Amor'.

Para o Professor Jairo Felipe dos Santos, da escola Benedita Bernardina,- encenou o “noivo”- , a intenção era que as crianças se divertissem ao máximo e que não pensassem na competição, o que deu certo. “A orientação aos nossos alunos foi a de participar com alegria e satisfação, para se divertirem e dar o melhor, daquilo que aprenderam. Nós queríamos ainda que todos os que estavam assistindo a nossa apresentação participassem de alguma maneira, nós pegamos uma convidada que estava na festa e colocamos para participar com a gente, a integramos para a dança. E para completar a nossa felicidade ficamos entre os três primeiros colocados”, disse Santos.

Na sexta – feira (28), se apresentaram as Escolas Municipais de Educação Básica: Salvelina Ferreira da Silva, Euraíde de Paula, Paulo Freire, Joaquim da Cruz Coelho, Tenente Abílio da Silva Moraes e Antônio Salustio Areais, além da quadrilha com os servidores da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (SMECEL).

Já no sábado (29), segundo dia da festa, se apresentaram as escolas, Aristides Pompeo de Campos, Júlio Domingos de Campos, Gonçalo Domingos de Campos, Benedita Bernardina, Senhora Dirce Leite de Campos e Rita Auxiliadora de Campos Cunha.

Segundo a servidora da Educação, Alice Ferreira, que participou da quadrilha dos servidores, disse que a intenção foi apresentar uma quadrilha criativa, dinâmica e engraçada. “Todos os envolvidos na quadrilha criaram os seus personagens, além dos seus próprios figurinos para que pudéssemos representar o casamento caipira, tradicional na quadrilha. Fizemos um casamento engraçado, cheio de surpresas, e muito divertido, o que arrancou gargalhadas da plateia. Então cumprimos com o nosso objetivo”, disse Alice.

Para o Secretário Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis que acompanhou os dois dias de festa, agradeceu o empenho das escolas envolvidas na realização das quadrilhas. “Quero agradecer a toda a comunidade escolar que abraçou essa causa, tenho certeza que todas deram o seu melhor, portanto posso afirmar que a festa junina não é só um momento de descontração, mas sim o fortalecimento da cultura folclórica do nosso país, e cidade, além do envolvimento de toda a comunidade escolar, na dedicação do aprendizado desta tradicional festa folclórica”, pontuou Fidelis

Na Praça de Alimentação foram cerca de 20 barracas com diversidades da comida típica junina presentes no evento como: Maria Isabel, sarapatel, cachorro quente, crepe, pipoca, algodão doce, dentre outras. Já para as crianças foi montado um pequeno parque de diversão, além da tradicional pescaria.

A festa contou com a parceria da Guarda Municipal, Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, onde garantiram a segurança necessária para todos que foram prestigiar o evento.

Por: Luana Silveira - Secom/VG