Prefeita e secretários vistoriam obras de revitalização asfáltica em vários bairros da cidade

Obras
Prefeita e secretários vistoriam obras de revitalização asfáltica em vários bairros da cidade

As ações são parte de um ‘pacote de obras’ espalhado pela cidade e integram 150 km de novas ruas e avenidas que estão sendo pavimentadas e 70 km que estão sendo recuperadas


08/08/2019    427

Obras de revitalização asfáltica, em plena execução em Várzea Grande, foram vistoriadas nessa manhã (8) pela prefeita Lucimar Sacre de Campos, pelo vice-prefeito José Hazama e pelos secretários e técnicos responsáveis pelas Pastas. As ações são parte de um ‘pacote de obras’ espalhado pela cidade e integram 150 km de novas ruas e avenidas que estão sendo pavimentadas e 70 km que estão sendo recuperadas e que contemplam todas as áreas essenciais do Município. Nos trechos percorridos hoje, foram vistoriadas as conduções dos serviços e finalizações de recapes e sinalização viária horizontal.

Como reforçou a prefeita, as ações vistoriadas hoje fazem parte de um orçamento global de R$ 80 milhões – entre recursos próprios e convênio com a Caixa Econômica Federal. Todas as obras de asfaltamento estão sendo realizadas com tecnologia CBUQ, que é a massa quente, produto de maior durabilidade. “Estamos cumprindo mais uma etapa do compromisso que assumimos com nossa população. Obras em infraestrutura são importantes condutores de desenvolvimento e de movimentação da economia. Geram renda, emprego, ampliam os atrativos das localidades para aporte de investimentos e trazem qualidade de vida”, frisa a prefeita.

Como pontuou a chefe do Executivo municipal, na maior parte das ruas em que o asfalto chegou ou foi revitalizado, os moradores estão reformando ou construindo, sejam muros, calçadas ou mesmo pintando suas casas. “Esse movimento aquece a economia dos bairros e amplia a circulação de dinheiro na cidade, reverte em impostos e essa arrecadação gera mais obras. Acredito que Várzea Grande está entrando em um ciclo virtuoso e de progresso”.   

Avenidas como a 31 de Março e a Couto Magalhães e vias principais de bairros como Nova Várzea Grande, Jardim Paula II, Residencial Athaíde Monteiro, Jardim Primavera e Vitória Régia, foram os pontos de observação da comitiva e são também lugares em que as obras estão a pleno vapor. Na Couto Magalhães, principal via comercial da cidade, a sinalização viária está completa, foi finalizada ontem à noite. Conforme o secretário de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Breno Gomes, dessa vez os serviços englobam uma melhor tecnologia de  trânsito, pois as novas faixas, tanto de pedestre como de rolagem, passam a ser termoplásticas, gerando melhor visibilidade a motoristas e a pedestres, bem como maior percepção.

Conforme Gomes, a mesma tecnologia termoplástica foi aplicada na 31 de Março, Governador João Ponce de Arruda e será também colocada no entorno do Ginásio Fiotão. O espaço está na etapa de finalização da reconstrução e tão logo seja concluída essa fase, esse entorno será recapeado e receberá a sinalização horizontal termoplástica. Para essa ação, estão sendo investidos mais de R$ 500 mil em recursos próprios.

Do outro lado da cidade, importantes vias de ligação entre o Centro e os bairros também estão sendo contempladas dentro do pacote de obras do Município, bem como acessos bastante deteriorados. Entre eles estão as obras de recapeamento de 1,5 quilômetros no bairro Residencial Athaíde Monteiro.

O secretário de Viação, Obras e Urbanismo, Luiz Celso de Moraes, explica que em as obras hoje em execução, estão sendo feita também com injeção de capital próprio do Tesouro Municipal. “No Jardim Paula II e no Nova Várzea Grande são 3 quilômetros de asfalto refeito. É uma região bastante trafegada porque dá acesso ao Centro e à Avenida Filinto Muller, via essa que é corredor de fluxo entre o Centro/Rodovia dos Imigrantes/São Mateus, e está sendo duplicada”.

A prefeita destaca que visitar obras, conversar com os engenheiros e técnicos responsáveis, e principalmente com a população beneficiada, se tornou marca de sua gestão e uma rotina semanal de trabalho. “Se a gente não vem aos bairros não conseguimos fazer um planejamento de ações. São nessas conversas improvisadas sob o sol e na frente da casa das pessoas é que sabemos se a água está chegando, com que freqüência e qualidade chega, se o posto de saúde próximo tem medicamentos, se os médicos são pontuais, se as equipes atendem bem, se a iluminação pública funciona e, principalmente, se o morador está satisfeito. Sem essa aproximação, não dá para administrar. O gestor tem de sair do gabinete e conhecer a realidade de sua gente”.

Uma preocupação da prefeita e do vice-prefeito José Hazama foi com as obras do Jardim Paula II. A rua Marechal Mascarenhas de Moraes será totalmente recuperada, ou seja, desde o lado que dá acesso à Avenida Filinto Muller até a rua Pará, já no Nova Várzea Grande. “Esse trecho, já bastante movimentado, será rota de desvio futuramente, quando as obras de duplicação da Filinto {Müller} avançarem para esta região. Com isso, o fluxo já intenso será pesado, permitindo acesso de caminhões e ônibus. Por isso esse trabalho aqui, em especial, precisa ser de fato muito bem feito para não tornar a rotina residencial mais impactada ainda. Conversando com técnicos e acompanhando o trabalho, vamos avaliando o serviço e dando aval para que ele se desenvolva dentro do cronograma e conforme as especificações dos contratos”. 

Por: Marianna Peres - Secom/VG