Programa Federal ‘Jovem Senador’ inicia palestras em Várzea Grande

Transparência
Programa Federal ‘Jovem Senador’ inicia palestras em Várzea Grande

Cinco escolas estaduais de Várzea Grande participam do Programa do Senado Federal


09/08/2019    213

O concurso de redação do Senado Federal entrou na sua 12ª edição e faz parte do projeto 'Jovem Senador'. As primeiras atividades do projeto tiveram início em Várzea Grande, com palestra sobre o tema: “Cidadão que acompanha o orçamento público dá valor ao Brasil”, e foi proferida pelo Auditor Público do Tribunal de Contas do Estado - TCE- Bruno Santos Bezerra. A atividade foi realizada na manhã desta sexta-feira, (9), no Anexo II da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, localizado no bairro Marajoara. Alunos de cinco escolas estaduais de Várzea Grande puderam obter conhecimentos acerca do tema.

O projeto é uma parceria do Senado Federal, Ministério da Educação, Secretaria do Estado de Educação (SEDUC), Secretarias Municipais de Educação e o Conselho Nacional de Secretarias de Educação (CONSED), e visa selecionar 27 estudantes do ensino médio das escolas públicas estaduais, com idade de até 19 anos, de todo o Brasil por meio de um concurso de redação. Os selecionados irão representar os seus estados em Brasília, no mês de novembro. As escolas estaduais de Várzea Grande: Manoel Correa de Almeida, Governador Dante Martins de Oliveira, Honario Rodrigues Amorim, Demétrio de Souza e Ernandy Mauricio Baracat estão participando e as redações vão concorrendo a 1 vaga para representar o Estado, revelando assim o jovem senador 2019 por Mato Grosso.

Conforme o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis, o programa consiste em um concurso de redação nacional, em que os vencedores -um de cada estado - são convidados a participar do encontro presencial no Senado por uma semana, quando será feita simulação de como é o processo de criação de leis no país. Os estudantes, de escolas estaduais e do DF, vivem a experiência de serem senadores e de todo o processo legislativo.

“Tendo como objetivo proporcionar aos estudantes do Ensino Médio conhecimento acerca da estrutura e do funcionamento do Poder Legislativo no Brasil, e lançar um tema tão atual, que remete hoje o cidadão jovem brasileiro a despertar para a fiscalização dos atos públicos, é muito importante que as escolas públicas participem diretamente. Além disso busca também estimular o relacionamento permanente dos jovens cidadãos com o Senado Federal. Esse tema é de grande relevância, pois o estudante faz uma reflexão sobre política, democracia e o exercício da cidadania, com os conhecimentos que vão obter por meio das palestras, e ainda vão praticar a escrita e leitura para criar a redação”, explicou Fidelis.

O senador Jaime Campos elogiou o Programa 'Jovem Senador' criado por meio da Resolução 42/2010. Ele destacou que a iniciativa contribui para a conscientização dos jovens sobre o papel do senador e o contexto da política nacional. “O Jovem Senador espera que o tema de sua 12ª edição ajude os jovens a despertar para a importância da questão orçamentária e o bom uso do dinheiro público em prol da população brasileira. O projeto tem por objetivo, ainda, estimular a compreensão de que todo cidadão está inserido no processo de movimentação de interesses públicos e que conhecer o sistema de contas públicas é fundamental para garantir um Brasil mais transparente e mais ético. Fiscalizar é um direito e dever de todos”, afirmou.

A seleção do programa começa com um convite inicial as instituições de ensino, para que eles façam dentro da unidade um concurso de redação, com o intuito de escolher dentre todas, a melhor redação, o melhor aluno que desenvolveu o tema proposto do projeto; fazendo assim que o melhor texto seja encaminhado posteriormente para a Secretaria do Estado de Educação que irá selecionar junto a uma banca avaliadora, as três melhores para representar o Estado na etapa nacional. Várzea Grande tem a expectativa de selecionar 5 estudantes. Somente uma redação por escola pode ser inscrita.

Segundo o Auditor Fiscal do TCE-MT, Bruno de Paula Santos Bezerra, a palestra tem a finalidade de envolver todos os presentes e ainda abordar de forma lúdica, quais são as competências do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, na auditagem das contas públicas. “Vocês têm que desenvolver de forma clara as ideias de uma maneira concisa na redação, ainda ter boa argumentação e análise crítica. Devem pensar no coletivo, acredito que o prêmio é importante, mas temos que primeiramente pensar no coletivo e não só na gente, é isso que o projeto propõe formar cidadãos conscientes”, disse Bruno.

O evento contou ainda com a participação de Ana Paula Carvalho e Silva Campos, Secretaria de Articulação Institucional e de Desenvolvimento da Cidadania do TCE/MT, Willian Vinicius Fernandes - representante da secretaria do Estado de Educação (SEDUC), Giovaní Rodrigues Pires Provenzano e Denilson Soares da Silva, assessores pedagógicos do município de Várzea Grande, Benedita Santana Ponce, Subsecretaria de Educação e Gonçalina Rondon, superintendente Pedagógica.

Por: Fred Nogueira - Secom/VG