Curso da Fundação Oswaldo Cruz ‘Saúde e Segurança na Escola’ inicia em Várzea Grande

Enfrentamento à Violência
Curso da Fundação Oswaldo Cruz ‘Saúde e Segurança na Escola’ inicia em Várzea Grande

O curso tem carga horária de 180 horas na modalidade EAD (virtual) e 68 horas semipresencial


15/08/2019    156

O curso de aperfeiçoamento “Saúde e Segurança na Escola”, reuniu diversos profissionais da Administração Pública de Várzea Grande. A oportunidade forneceu elementos teóricos e práticos para a formação no enfrentamento da violência nas comunidades, a partir de uma abordagem intersetorial centrada nos fatores de risco. A finalidade do curso é a criação de projetos com foco na promoção da saúde e da segurança, como condições para melhorar a qualidade de vida na escola e na aprendizagem.

O curso “Saúde e Segurança na Escola” foi promovido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), orientado pela Fundação Oswaldo Cruz e Universidade de Brasília (UnB).  O evento ocorreu no auditório da Secretaria de Assistência Social. Várzea Grande foi selecionada para receber o curso juntamente com o município de Pedra Preta - Mato Grosso.

Neste primeiro encontro, a palestrante e coordenadora das ações programáticas da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso, Luciana Gomes, explanou sobre desafios de promover ações integradas de saúde, educação, assistência social e segurança, com garantia das condições protetivas aos estudantes de escolas públicas em territórios identificados de alta vulnerabilidade social, em decorrência da violência.

Para o secretário Silvio Fidelis, a formação de educadores integrada com demais profissionais da Rede visa a promoção da saúde, incentiva e aprimora a busca por espaços de conhecimento, reflexão, trocas e, principalmente, construção coletiva de novas formas de pensar e agir, com a renovação de posturas, mais ampliadas e corresponsáveis, no manejo compartilhado de conflitos e na dinâmica do processo de trabalho. “Um trabalho que reflete o apoio e a capacidade da gestão municipal, assim como a sustentabilidade deste coletivo, de suas propostas e ações, enquanto importante indutor das diretrizes das Políticas Nacionais”, frisou.

A secretária de Assistência Social, Flávia Omar disse que o curso possibilita a integração de uma rede pública ampla e conectada de serviços e atenções voltadas às crianças e adolescentes. “A capacitação é uma possibilidade de implementação das políticas públicas de assistência social voltada ao público infanto-juvenil, com clara definição das responsabilidades e iniciativas já existentes no município”.

De acordo com a coordenação do curso, a partir do dia 23 de agosto, os participantes podem acessar a plataforma virtual para dar o seguimento complementação da carga horária da Educação à Distância (EAD). “O curso ‘Saúde e Segurança na Escola’ tem carga horária de 180 horas na modalidade EAD (virtual) e 68 horas semipresencial, com certificação de aperfeiçoamento pela Escola Fiocruz e pela Universidade de Brasília”, explica.

Com o apoio e articulação do Comitê Gestor de Políticas sobre Drogas e Cidadania da Prefeitura, o curso tem a participação intersetorial de técnicos das Secretarias de Saúde, Assistência Social, Defesa Social, Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo, Conselho Municipal de Educação, Rede Protege, além de professores e profissionais da Educação das Escolas Lúcia Leite Rodrigues e Joaquim da Cruz Coelho.

A abertura do evento contou com a participação da subsecretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Benedita Santana Ponce, da secretária de Assistência Social, Flávia Omar, da apoiadora da Fundação Oswaldo Cruz em Várzea Grande, Eunice de Fátima Pedreira, entre outras autoridades municipais.

Por: Fred Nogueira - Secom/VG