Meio Ambiente implanta Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos na Administração Municipal

Política Ambiental
Meio Ambiente implanta Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos na Administração Municipal

Inicialmente a ação será implantada as secretarias de Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Saúde


31/10/2019    433

Uma parceria com o Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal de Mato Grosso (Desa/UFMT) vai contribuir para a elaboração e implantação do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos do complexo administrativo localizado na Avenida da FEB onde estão instaladas as secretarias municipais de Saúde, Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo e do Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável. O estudo faz o levantamento da quantidade e tipos de resíduos produzidos pelas três secretarias e está previsto na Lei 12.305 de 2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Depois de finalizado o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos será estendido as demais secretarias da Prefeitura de Várzea Grande.

“Este trabalho também está interligado com a Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), que muda a rotina dos nossos servidores pensando no reaproveitamento de materiais recicláveis, da promoção de consumo consciente e na necessidade em se reduzir os gastos com materiais de expediente e de recursos naturais como energia e água. Além é claro de instituir uma nova cultura de preservação do meio ambiente e dar a destinação correta a materiais que possam ser reutilizáveis e antes eram jogados no lixo comum”, explica a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Helen Farias Ferreira.

De acordo com a gerente de educação ambiental da secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Shanny dos Santos Mota, o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos está sendo desenvolvido em etapas. “A primeira etapa compreende o diagnóstico, onde estão sendo quantificados e classificados todos os resíduos sólidos gerados. Logo após será feita a identificação de soluções para a correta gestão dos resíduos, bem como a definição de procedimentos para a terceira etapa onde ocorre o gerenciamento dos resíduos. Estabelecida as metas para a minimização da geração e a destinação correta desses resíduos, serão implantados os indicadores para avaliar o cumprimento das metas e dos avanços na gestão dos resíduos”, detalha a gerente.

A destinação final dos materiais reutilizáveis ou recicláveis produzidos nas secretarias, também já possuem destino certo e serão coletados pela empresa selecionada via chamamento público, a Associação de Catadores de Material Reciclável e Reutilizável (Asmats). “A destinação final muitas vezes é o grande problema nesse processo de reciclagem, pois não basta separar é preciso promover o correto descarte, por isso a necessidade de incentivo e apoio a associações de catadores”, enfatiza a secretária Helen Farias Ferreira explicando que de acordo com a legislação, todo material produzido pelas atividades domésticas, comerciais e públicas passíveis de coleta pelos serviços de limpeza pública, deve ser encaminhado para o lixo apenas quando não é possível seu reaproveitamento, seja por meio da reciclagem, da reutilização, da compostagem ou da geração de energia.

A3P - Com o objetivo de estabelecer boas práticas de sustentabilidade na Prefeitura Municipal de Várzea Grande e a cultura da correta gestão dos resíduos sólidos produzidos por suas unidades administrativas, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável está promovendo a capacitação da comissão da Agenda Ambiental na Administração Pública de Várzea Grande (A3P).

“Cada secretaria municipal possui um representante nesta comissão, o qual será disseminador dessas boas práticas a exemplo do uso racional da água e energia elétrica, gestão de resíduos sólidos, uso do papel, uso de canecas ao invés de copos descartáveis, licitações sustentáveis e consequentemente a melhora da qualidade de vida do servidor municipal”, cita a gerente de educação ambiental da secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Shanny dos Santos Mota.

Ainda segundo a gerente, durante os encontros de capacitação são repassadas informações a respeito da responsabilidade de cada secretaria com a gestão dos seus resíduos produzidos, a metodologia escolhida para a separação dos resíduos sólidos a ser reciclado e o reaproveitamento de embalagens vazias.

“O objetivo é que os disseminadores articulem a gestão correta dos resíduos dentro de cada secretaria, e desta forma que os servidores entendam a importância da separação e destinação correta dos mesmos. Acreditamos que a destinação dos resíduos para as cooperativas e associações contribuirá para que os catadores tenham uma fonte de renda. A sensibilização é uma ferramenta muito importante na promoção de ações tornando possível alcançar excelentes resultados”, avalia Shanny dos Santos Mota.

A rotina para implantação da Agenda Ambiental na Administração Pública de Várzea Grande (A3P) teve início em abril deste ano e faz parte de uma política de governo adotada desde 2017 pela prefeita Lucimar Sacre de Campos através do decreto nº 43, de 1º de junho de 2017, que dispõe sobre a adesão ao programa do Ministério do Meio Ambiente, e constitui a Comissão Municipal e nomeação de membros, e dá outras providências.

“A A3P traz como meta a prática dos 5R’s: repensar, reduzir, reaproveitar, recusar e reciclar material consumido, visando sempre conscientizar ambientalmente os profissionais da Administração Municipal de Várzea Grande, além de estimular a reflexão e a mudança de atitude dos servidores para que os mesmos incorporem os critérios da gestão socioambiental em suas atividades rotineiras”, concluiu a gestora Helen Farias Ferreira.

Por: Rafaela Maximiano - Secom/VG