Na segunda etapa da campanha crianças e jovens de 20 a 29 anos devem se vacinar contra o sarampo

Dia D
Na segunda etapa da campanha crianças e jovens de 20 a 29 anos devem se vacinar contra o sarampo

Essa fase terá o reforço de dois dias ‘D’, 23 e 30 de novembro


22/11/2019    553

Mesmo sem registrar nenhum caso de sarampo em Várzea Grande, assim como em todo Mato Grosso, a secretaria municipal de Saúde aderiu à segunda etapa nacional da campanha de imunização contra o sarampo. Essa fase terá o reforço de dois dias ‘D’, 23 e 30, ambos, sábado. Todas as unidades estarão abertas nessa data, com exceção do Centro de Especialidades Médicas (CEM) no Centro, e a unidade de saúde do Vila Arthur que passa por reforma, e está com o atendimento direcionado para a policlínica do Jardim Glória.

A campanha nacional de vacinação contra o sarampo prevê atualização da vacina tríplice viral em carteira de vacinação de crianças com idade entre 06 meses e menores de 05 anos e adultos jovens com idade entre 20 a 29 anos.

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde de Várzea Grande, Relva Cristina Silva de Moura, esta campanha está voltada nessas duas faixas etárias e serão priorizados àqueles que estão em situação de vacinação desatualizada. “Esta campanha não é voltada para doses extras, mas sim para aquelas pessoas que ainda não se imunizaram contra o sarampo. Por isso, o ideal é levar a carteira de vacinação para que o profissional de saúde verifique se a criança ou adulto estão imunizados contra o sarampo”, detalha.

Conforme o secretário municipal, Diógenes Marcondes, a Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande, por meio da Vigilância Epidemiológica, está desde outubro intensificando a vacinação contra o sarampo no município. “O objetivo é alcançar a cobertura anual de imunização de 95% das duas faixas etárias. A ação segue campanha nacional de intensificação contra a doença. Além disso, manter nosso status epidemiológico que nenhum caso registrado em 2019”. Ainda reforçando a importância da imunização, Diógenes destaca todo esforço e comprometimento da saúde pública municipal que de Várzea Grande tem como objetivo interromper a circulação do vírus do sarampo e proteger os grupos mais acometidos pela doença no país.

A superintende explica também que o sarampo é uma doença viral, infecciosa aguda, potencialmente grave (principalmente em crianças menores de 5 anos, desnutridos e imunodeprimidos), transmissível, extremamente contagiosa e bastante comum na infância. “A transmissão do vírus ocorre a partir de gotículas de pessoas doentes ao espirrar, tossir, falar ou respirar próximo de pessoas sem imunidade contra o vírus do sarampo”.

Os sinais e sintomas caracterizam-se por febre alta, exantema (erupção cutânea), tosse, coriza, conjuntivite e manchas de Koplik (pequenos pontos brancos na mucosa oral). “A forma mais eficaz de prevenção contra o sarampo é a vacinação. O público mais vulnerável às complicações decorrentes da doença são as crianças menores de 5 anos, dessa forma, pedimos para que os pais tragam seus filhos até uma unidade básica de saúde. Se houver dúvida com relação ao cartão de vacinas, nossos técnicos estarão prontos para avaliar e recomendar a melhor estratégia. O importante é garantir a prevenção de doenças imunopreveníveis, como é o sarampo”.

O boletim epidemiológico de número 33 divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que o Brasil possui um surto da doença em atividade com a confirmação de 10.429 casos e de 14 óbitos pela doença até a semana epidemiológica 43. Até a semana epidemiológica 46, não se tem nenhum caso confirmado da doença no estado de Mato Grosso e no município de Várzea Grande.

“O Ministério da Saúde tem atuado ativamente junto aos estados e municípios com estratégias de vacinação no enfrentamento do surto. Esta campanha é estratégica para interromper a circulação do vírus no país. Sua adesão, em Várzea Grande, garantirá que a doença não acometa a população, especialmente as faixas etárias de maior risco nesse momento”, pontua o secretário de Saúde. 

Por: Marianna Peres - Secom/VG