Secretaria de obras fecha 2019 com o maior programa de asfalto com 150 km de pavimentação e 70 km de recapeamento

Mobilidade Urbana
Secretaria de obras fecha 2019 com o maior programa de asfalto com 150 km de pavimentação e 70 km de recapeamento

A duplicação da Filinto Muller foi a maior obra estruturante da Gestão


30/12/2019    291

A prefeita da segunda maior cidade do Estado de Mato Grosso, Lucimar Sacre de Campos, avalia que termina o ano de 2019 trabalhando e vai começar 2020 em ritmo acelerado no setor de serviços e obras. “Realizamos mais de 167 obras de grande vulto e investimentos da ordem de R$ 500 milhões entre recursos públicos municipais, estaduais e federais”, resumiu a gestora se referindo às inaugurações entregues à sociedade como a Unidade de Pronto Atendimento – UPA - Dr. Farid Seror no Grande Cristo Rei, a segunda inaugurada em sua gestão; o Complexo Esportivo Júlio Domingos de Campos – Fiotão; o Estádio de Várzea Grande, Dito Souza; a Via 31 Esportiva; obras de abastecimento de água, três Centros Municipais de Educação Infantil – CMEIs entregues, cinco escolas totalmente reformadas, entre outras.

A chefe do Executivo Municipal comemora o grande número de obras finalizadas e entregues à população, e enfatiza que os grandes destaques da Secretaria de Viação, Obras e Urbanismo de Várzea Grande no ano de 2019 fica por conta do maior programa de asfaltamento de vias públicas que o município já recebeu e da duplicação da Avenida Senador Filinto Muller.

Fruto de financiamentos na ordem de R$ 150 milhões oriundos dos agentes financeiros Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, além de contrapartida do Tesouro Municipal, o programa de pavimentação urbana soma 150 km de novas ruas e avenidas além de recapeamento de outros 70 km em 49 bairros da cidade.

A duplicação de 10 quilômetros da Avenida Senador Filinto Muller entregue neste dezembro à sociedade pela prefeita Lucimar Sacre de Campos e o governador Mauro Mendes interligou 25 bairros da cidade como a Região Oeste de Várzea Grande e o Centro beneficiando diretamente 60 mil habitantes. A inauguração também criou um novo corredor comercial colocando Várzea Grande na rota do agronegócio do país, uma vez que dá acesso à Rodovia Imigrantes, Rodovia Júlio Campos e Rodovia Mário Andreazza, passagem obrigatória para o Norte de Mato Grosso ou para quem vai para o Sul do Estado ou do País.

Considerada uma das maiores obras de intervenção rodoviária municipal deste ano no Estado a obra foi finalizada com uma economia de R$ 5,2 milhões entre o processo licitatório que tinha preços iniciais de R$ 31 milhões e foram contratados por R$ 23 milhões e a conclusão da mesma, com um saldo positivo de R$ 1,2 milhão que serão devolvidos ao Governo Estadual e revertidos para a construção do Parque Ambiental Bernardo Berneck.

O compromisso de repassar novamente os recursos através de convênio foi firmado publicamente pelo governador Mauro Mendes, durante a inauguração. “Encerramos o ano de 2019 com a homologação das concorrências públicas para execução das obras do complexo da Orla do Porto em Várzea Grande e da construção e ampliação do Parque Berneck, ambas estão estimadas em pouco mais de R$15 milhões. Queremos iniciar o ano lançando a obra do Parque Ambiental Bernardo Berneck, uma vez que já temos o compromisso de R$ 1,2 milhão do Governo do Estado e o projeto finalizado”, destacou Lucimar Sacre de Campos.

A duplicação da Avenida Filinto Muller foi finalizada com R$ 18,8 milhões oriundos de convênio com o Governo Estadual e R$ 7 milhões de recursos próprios da Prefeitura de Várzea Grande, onde R$ 5 milhões foram utilizados nas intervenções de obras e R$ 2 milhões para desapropriações. “Avalio a duplicação da Avenida Filinto Muller como uma obra de extrema importância para a cidade em diversos aspectos seja para a questão econômica, estruturante ou ainda de qualidade de vida para o morador. O ano que se encerra foi importante para a cidade e sua população, pois foram conquistados avanços importantes em todas as áreas de atuação do Serviço Público Municipal”, disse a prefeita.

Além de avaliar os números positivos de 2019, a chefe do Poder Executivo de Várzea Grande já programa novas obras para 2020 como a segunda etapa do programa de pavimentação asfáltica para a cidade. Obras que são possíveis porque aqui em Várzea Grande o dinheiro de impostos pagos pela população e pelos empresários é aplicado em favor do povo. Em todas as áreas como assistência social, saúde, educação e infraestrutura. A nossa forma de fazer gestão pública é preocupada com o índice de desenvolvimento urbano, e de dar total transparência quanto ao serviço prestado, para melhorar a vida da mulher e do homem trabalhador que vive em Várzea Grande,” afirmou Lucimar Sacre de Campos.

O secretário de Viação, Obras e Urbanismo, Luiz Celso de Moraes, confirma os dados apresentados pela prefeita informando que as licitações para a continuidade do programa de pavimentação de ruas da cidade estão sendo homologadas ou em fase final. “Várzea Grande já possui uma nova infraestrutura urbana, que dá mais agilidade e segurança para o trânsito além de valorizar Várzea Grande e seus imóveis, dando qualidade de vida para a população de uma maneira em geral e garantindo dignidade aos munícipes”, disse Luiz Celso de Moraes.

Luiz Celso de Moraes detalha  que as obras de asfalto novos incluem drenagem, construção de galerias pluviais, colocação de meio fio, guias e sarjetas, e por fim, a pavimentação. “Vale à pena ressaltar a economia alcançadas com as licitações que chegaram a 17%”, lembrou o secretário se referindo ao programa de asfaltamento de vias públicas que com uma a economia nas licitações, garantiu o aumento da quilometragem a ser asfaltada de 125km para 150 km no total. 

FISCALIZAÇÃO - Todos os recursos recebidos a título de empréstimos estão sendo auditados e fiscalizados pela Caixa Econômica Federal e por outros órgãos de fiscalização das ações do Poder Público Municipal, como a Controladoria Geral da União – CGU ou o Tribunal de Contas da União e do Estado – TCU e TCE. A solicitação foi feita pela prefeita Lucimar Sacre de Campos pensando no ateste da qualidade das obras e na transparência de gestão.

Por: Rafaela Maximiano - Secom/VG