Prefeita entrega Hospital e Pronto Socorro 100% reformado

Mais de R$ 15 milhões em investimentos
Prefeita entrega Hospital e Pronto Socorro 100% reformado

Hospital e Pronto Socorro Municipal está em obras desde 2015 e ganhou novas vagas, novas alas e novos equipamentos nesta última etapa de obras


02/03/2020    532

A Reforma e ampliação do Hospital Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande chega a 100% e com toda a infraestrutura necessária para o atendimento médico de urgência e emergência. A última etapa da obra, que consiste na readequação de toda a Ala Infantil foi entregue nesta segunda-feira, 02 de março.

Além de obras estruturais que compreendem a recepção, enfermaria, o setor de pronto atendimento, consultórios, box de emergência, sala de isolamento e adequação da agência transfusional (coleta de sangue) com capacidade de armazenamento de sangue e vacinas, o setor abrigará uma brinquedoteca que irá proporcionar um ambiente mais acolhedor, além de ajudar na recuperação das crianças e pré-adolescentes internados.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos reafirmou que a Saúde Pública é e continuará sendo enquanto ela for prefeita, prioridade e demonstração do compromisso e acessível a todos.

“Hoje entrego a última etapa de obras desta importante unidade para a cidade. O Hospital e Pronto Socorro foi 100% reformado e com isso nos proporcionou a abrir importantes novos serviços na área da urgência e emergência. Esta última ala reservada para atendimento infantil, fecha um ciclo do atendimento integral a mulher e a criança, nas urgências”, disse a prefeita.

Como destaca o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes, essa é uma obra importante por promover atendimento diferenciado através de corpo clínico especializado. “Toda a Ala Infantil foi reestruturada. A recepção foi ampliada para garantir atendimento mais humanizado. Além disso, serão três consultórios, doze leitos no box de urgência e emergência, um leito de isolamento e três enfermarias com 25 leitos”, disse o secretário.

Para ele no caso de internação as crianças poderão usufruir da brinquedoteca. A criação do espaço é uma estratégia para desmistificar o cenário hospitalar e acelerar o processo de recuperação.

As obras de reestruturação física e ampliação do Hospital Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande foram realizadas em cinco etapas compreendendo todos os setores da unidade. Na execução de todo empreendimento - que compreende estrutura física e equipamentos de ponta - foram investidos mais de R$ 15 milhões, entre emendas parlamentares, recursos do Ministério da Saúde e do Tesouro Municipal.

Desde 2015 quando assumiu a Prefeitura de Várzea Grande, a prefeita Lucimar Sacre de Campos adotou uma política pública de melhoria da assistência à saúde dos pacientes que necessitam do Sistema Único de Saúde - SUS.

Como lembra o Secretário de Saúde, Diógenes Marcondes, não foi apenas o Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande que foi reconstruído, a mudança também ocorreu em todas as unidades que compreende o setor, além da inauguração de duas novas UPAs uma no Ipase e outra no Cristo Rei.

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, vereador e médico Miguel Angel Claros Paz, frisou que acompanha toda a reestruturação implementada na Saúde Pública de Várzea Grande e a dedicação da prefeita Lucimar Sacre de Campos com o setor. “Saúde se faz somando esforços e procurando soluções para superar os obstáculos e atender a todos indistintamente”, ponderou o parlamentar sinalizando que o setor cresceu seu atendimento e com qualidade.

Já o presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Araújo, definiu Lucimar Campos como a melhor prefeita do Brasil e que tem conduzido a sua gestão de forma transparente e eficaz, devolvendo à população local a dignidade e com atendimento de saúde humanizado.

“A Saúde Pública do município foi recuperada, não apenas por apresentar bons indicadores, mas por ter investido, mais do que a legislação estabelece (15%), recursos estes empregados em todas as unidades de saúde em especial a de urgência e emergência. Enquanto alguns lugares estão fechando unidades de saúde, o município de Várzea Grande está abrindo novas frentes de trabalho, e o Hospital e Pronto Socorro é exemplo. As obras permitiram contar com estruturas modernas sendo entregues a sociedade”.

O deputado estadual, Luis Amilton Gimenez, como profissional da área médica do interior de Mato Grosso, sintetizou a importância desta inauguração como reforço para a saúde das cidades que dependem dos grandes centros para o oferecimento de mais especialidades e tratamentos intensivos. “É sempre muito bom e importante ver gestões que realmente tem compromisso com a Saúde Pública que é tão eficiente quanto a privada. Está de parabéns a prefeita Lucimar Campos”.

Presente ao evento, o coordenador da bancada federal de Mato Grosso, Neri Geller (PP), reforçou compromisso de todos os deputados federais e senadores em indicar emendas para um setor tão fundamental para as pessoas.

“O Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande é uma estrutura fundamental para o Sistema Único de Saúde - SUS -, pois atende pacientes de todos os municípios e até mesmo de outras cidades do Brasil, portanto, o que a prefeita Lucimar Campos necessitar pode contar conosco, pois é gratificante certificar que os recursos públicos aqui são utilizados em prol da população”, frisou o deputado federal.

O senador Jayme Campos, prefeito de Várzea Grande por três mandatos, apontou que a unidade inaugurada em seu primeiro mandato, hoje pode ser considerada como referência por existir compromisso da prefeita Lucimar Sacre de Campos em superar as adversidades e possibilidades de atendimento para todos aqueles que busca o SUS.

“Me sinto gratificado por ver que essa unidade avança e busca atender cada vez mais pacientes, solucionando problemas e no que precisar do meu apoio, Várzea Grande e sua gente irá continuar recebendo emendas parlamentares para todas os setores essenciais”, disse ele apontando que no ano de 2019 destinou mais de R$ 100 milhões para 80 municípios de Mato Grosso, inclusive Várzea Grande.

Por: Kátia Passos - Secom/VG