PROERD vai atender 1.300 alunos do município no primeiro semestre deste ano

Parceria
PROERD vai atender 1.300 alunos do município no primeiro semestre deste ano

A ação é desenvolvida pela Polícia Militar do Estado de Mato Grosso em parceria com a Prefeitura de Várzea Grande


03/03/2020    312

Programa Educacional de Resistência às Drogas e Violência (PROERD), vai atender neste primeiro semestre  17 escolas municipais, beneficiando cerca de 1.300 alunos de Várzea Grande. 

A ação que é desenvolvida pela Polícia Militar do Estado de Mato Grosso em parceria com a Prefeitura de Várzea Grande, tem como objetivo combater, prevenir e reduzir o número de crianças e adolescentes que fazem ou que possam vir a usar drogas, bem como diminuir a violência praticada dentro e fora do ambiente escolar e familiar. As turmas atendidas pelo Programa são alunos dos 1° e 5° anos.

O cabo da Polícia Militar Jildeni de Souza Lima, coordenador do Projeto em Várzea Grande, explica que o principal objetivo das ações é orientar os alunos quanto aos procedimentos a serem adotados em diversas situações do dia a dia, como por exemplo: não aceitar doces de estranhos, obediência aos pais e responsáveis, não sair da escola em horários não permitidos, não provocar desavenças, dentre outros aspectos. "Essa é uma temática trabalhada com os alunos do 1° ano, que são menores e tem um entendimento diferente dos alunos maiores", frisa. 

Segundo o militar as palestras são ministradas nas escolas da rede pública visando identificar o que a criança precisa e necessita de conhecimento para se defender. “De uma maneira lúdica e bastante divertida, buscamos ensinar às crianças métodos de proteção pessoal, meios de segurança correto, legislação de trânsito, como sentar corretamente nos veículos automotores, como e porque deve usar o cinto de segurança, não conversar com estranhos na saída do colégio e tantas outras dicas importantes que garantam mais segurança as crianças e jovens”, explicou.

De acordo com o secretário Silvio Fidelis, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer têm intensificado as ações para a prevenção e o combate ao uso de drogas em Várzea Grande. Uma dessas iniciativas é a parceria com a Polícia Militar que possibilita a realização do Programa Educacional de Resistência às Drogas – PROERD apenas nas escolas da rede pública.

“É muito importante ter a Polícia Militar do nosso lado, ajudando na conscientização dos nossos jovens, pois sabemos que cada vez mais eles estão sendo expostos às más influências, mas com ações como essas estamos conseguindo resgatar nossas crianças e vamos continuar empenhados nesse trabalho”, declarou.

O curso é composto de 12 lições, com muita dinâmica em grupo, aulas alegres com a participação de professores e instrutores da polícia, materiais de apoio como cartilhas que abordam noções de cidadania, técnicas para resistir às pressões dos amigos e da mídia para o uso de drogas e a prática de violência, maneiras de lidar com o estresse e a promoção da autoestima, visando conscientizar os adolescentes sobre como tomar decisões de maneira correta. Durante o curso, os agentes falam sobre sinais de tensão, bullying, dentre outros. "O conteúdo muda quando é dado aos alunos do 1° ano, porque esse público tem que ser abordado de maneira mais dinâmica e lúdica, já para os alunos maiores que já entendem melhor, tem que ser um pouco mais rigoroso, e energético, pois assim eles transmitem o que aprenderam aqui para os seus familiares e amigos, e assim nos ajudam a disseminar conhecimentos. Ao todo serão aproximadamente 3 meses de curso”, explicou.

O coordenador do projeto por parte da Secretaria Municipal de Várzea Grande, professor José Vieira, explica que as ações são realizadas nessas 17 escolas nesse primeiro semestre de 2020. Já no segundo semestre do ano, outras unidades irão receber o projeto. “Essa é uma maneira que encontramos de inserir dentro das atividades, todas as unidades apontadas pelo mapa de vulnerabilidade realizado pela Polícia Militar, ou seja, o mapa aponta quais são as regiões mais afetadas pela violência e situação de vulnerabilidade social em que estão localizadas as escolas.”, explica.

Na Escola Municipal Educação Básica, Senhora Dirce Leite de Campos, cerca de 200 alunos são assistidos pelo projeto, a diretora da unidade, Jane Márcia, ressalta a importância dos trabalhos realizados e do reflexo que apresentam na vida dos alunos. “Estamos em uma comunidade bastante precária e com alto índice de violência, a educação social de nossas crianças é muito importante para o futuro delas e de toda a família”, diz Jane.

Em Mato Grosso o Programa é desenvolvido há mais de 18 anos e consiste em atividades educacionais preventivas, que tem como principal foco a orientação e a conscientização do público alvo, sendo considerada uma forma de prevenção primária. O Programa conta com um extenso material de apoio, como livro, cartazes, e assessórios que são utilizados pela corporação incluindo boné e colete.

O conteúdo desenvolvido pelo Proerd também proporciona um trabalho cooperativo entre a escola e a família, que visa fornecer informações sobre drogas, violência, resolução de conflitos, estratégias para o fortalecimento do vinculo familiar, fatores de proteção e risco, entre outros. Em Várzea Grande o programa já formou quase quarenta e dois mil estudantes.

Por: Letícia Kathucia - Secom/VG