Assistência Social distribui cestas básicas às famílias carentes cadastradas em programas sociais

Ação de Solidariedade
Assistência Social distribui cestas básicas às famílias carentes cadastradas em programas sociais

No total foram distribuídas 3.500 cestas básicas do Programa do Governo do Estado, 'Vem ser Mais Solidário'


08/05/2020    580

Para atender as necessidades urgentes de famílias em situação de vulnerabilidade social - e que em função da pandemia de coronavírus – Covid 19 se encontram em momento ainda mais crítico – a Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social distribuiu nesta sexta-feira (08), durante todo o dia, cestas básicas, além de produtos de limpeza, aos beneficiários do Cadastro Único, bem como famílias que possuem renda familiar inferior a um salário mínimo.

O Governo do Estado de Mato Grosso repassou para Várzea Grande 3.500 cestas básicas que irão atender moradores de localidades carentes, áreas de riscos, bem como famílias que estão cadastradas em programas sociais do Governo Federal, desenvolvidos pelo município. Os kits contêm: arroz, feijão, macarrão, óleo, sal, açúcar, café, farinha de trigo, sardinha, extrato de tomate, além de materiais de limpeza e higiene pessoal.

Nesta etapa serão atendidos os moradores nos polos de abrangências dos bairros Cristo Rei (Princesa do Sol, Santa Clara, Vila Rica e Carrapicho); São Mateus (Jardim Eldorado e São Benedito I, II e III etapas); Jardim Glória (Jardim Esmeralda, Serra Dourada e Santa Terezinha); e Santa Maria (Novo Mato Grosso, Parque das Estações e Vitória Régia), num total de 1.650 famílias. 

Para a entrega das cestas básicas a secretaria de Assistência Social adotou, em todos os polos de distribuição, medidas preconizadas pelo Comitê Municipal de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, respeitando o limite de distanciamentos entre as pessoas, a higienização das mãos com o uso de álcool em gel e a utilização de máscaras de proteção.

Como explica a titular da pasta, Flávia Omar, a entrega dos kits ocorre durante todo o dia, e será feita de acordo com o planejamento já definido por cada polo. “Todas as famílias cadastradas irão receber a sua cesta de produtos, uma vez que a equipe técnica da Secretaria de Assistência Social realizou anteriormente, visita in loco as famílias que serão contempladas com o auxilio, para checar todas as informações contidas no cadastro e referendar o documento. A nossa preocupação neste momento é o de suprir as necessidades emergenciais e garantir a alimentação de famílias que realmente necessitam dessa ajuda”, afirmou.

A Secretária de Estado de Assistencial Social e Cidadania, Rosamaria Carvalho, acompanhou no inicio da manhã, a ação desenvolvida pela equipe da Secretaria de Assistencial Social do município, com a entrega de cestas básicas a 50 famílias, residentes no bairro Serra Dourada, que também se enquadram ao grupo de famílias em situação de vulnerabilidade social.

“Neste momento estão sendo atendidas as pessoas que mais necessitam de ajuda social, que são de grupos prioritários, como mulheres chefes de família, idosos, trabalhadores em situação de informalidade, entre outros”, destacou a secretária afirmando que assim como Várzea Grande, outros 100 municípios já receberam as cestas básicas.

Rossamaria Carvalho disse ainda que as cestas inicialmente irão beneficiar mais de 50 mil famílias, porem esse número deve aumentar em virtude das arrecadações que a primeira-dama Virginia Mendes tem realizado junto à empresários e sociedade civil organizada.

Como destaca a secretária Flávia Omar, os impactos causados em decorrência do Covid-19 comprometeram todas as famílias e independente de situação financeira, porém as mais carentes também foram as mais afetadas, daí a distribuição das cestas básicas e do material de limpeza para minimizar a situação.

A gestora lembra ainda que o município vem desenvolvendo, desde o dia 20 de março, várias ações de assistência social a moradores de baixa renda, bem como o acolhimento provisório para moradores de rua e também a distribuição de refeições para aqueles que não aceitam serem cuidados, além de distribuição de cestas básicas por parte do município.

Por: Kátia Passos - Secom/VG