Governo e prefeitura de Várzea Grande alinham ações para frear avanço do coronavírus

Fortalecimento de Ações
Governo e prefeitura de Várzea Grande alinham ações para frear avanço do coronavírus

Em reunião, governador reafirmou entrega de mais 30 UTIs no Metropolitano; Prefeitura criará 10 UTIs para outras enfermidades


16/06/2020    2118

O Governo do Estado e a Prefeitura de Várzea Grande alinharam ações para frear o avanço do coronavírus na Baixada Cuiabana.

Em reunião realizada na tarde desta segunda-feira (15.06), o governador Mauro Mendes reafirmou que serão entregues 30 novas UTIs para o Covid-19 no Hospital Metropolitano em Várzea Grande.

A unidade foi ampliada no mês passado, ocasião em que o Estado construiu 180 novos leitos clínicos e 40 UTIs, totalizando 238 leitos clínicos e 40 UTIs exclusivas para a doença.

“Essas novas UTIs deverão ser entregues já nas próximas semanas. Hoje pela manhã a Prefeitura de Cuiabá também nos garantiu que irá construir 30 UTIs, cujo custeio será feito pelo Estado. Essas novas unidades vão colaborar para estruturar a rede pública e poder atender a população”, afirmou o governador.

Já a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, garantiu a construção de mais 10 UTIs Não-Covid-19, medida que visa garantir que os pacientes com outras enfermidades possam continuar a serem atendidos, pois boa parte das UTIs existentes estão sendo destinadas ao tratamento do coronavírus.

“Temos muitos pacientes com outras anomalias, que precisam das UTIs não só para Covid-19. A Prefeitura de Várzea Grande estará abrindo mais essas 10 UTIs, se Deus quiser até essa sexta-feira. Temos um compromisso muito grande com a nossa população, e todos os dias estamos avaliando, junto com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, os novos passos que teremos que adotar. As equipes de fiscalização estão nas ruas com mais rigor, e precisamos que a população entenda que este momento é crítico para contaminação, se puderem fiquem ao máximo em casa e não façam reuniões e nem festas nos finais de semana. Se cumprirmos as regras e o que estabelecem os Decretos já ajudam muito. Acredito que todos nós temos nossas responsabilidades com nós mesmos e com o próximo”, ressaltou.

Para o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, as medidas serão fundamentais para que a rede pública possa absorver e bem atender tanto os casos de coronavírus quanto os pacientes com outras doenças que necessitem de UTI.

“Esse compromisso de 10 novas UTIs vai desafogar o sistema e permitir que as outras enfermidades que não são covid-19 continuem amparadas. E o Governo continua com o trabalho de ampliar os leitos para o coronavírus, não só na Grande Capital, mas em todo o interior de Mato Grosso”, pontuou.

Também participaram da reunião: o senador Jayme Campos, o deputado estadual Dilmar Dal Bosco, o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, o secretário municipal de Saúde Diógenes Marcondes, e equipes técnicas de Saúde do Governo do Estado e da Prefeitura de Várzea Grande.

Por: Da Redação - Secom/MT