Educação distribui material pedagógico e cartilhas com orientações sobre o Coronavírus 

Aulas Remotas
Educação distribui material pedagógico e cartilhas com orientações sobre o Coronavírus 

As cartilhas serão distribuídas juntamente com as atividades pedagógicas aos alunos para que eles possam fazer em casa as tarefas com o acompanhamento da família e da escola via on-line


26/06/2020    803

A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, por meio da Superintendência Pedagógica, elaborou cartilhas com a temática sobre o novo Coronavírus que será distribuída aos alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino de Várzea Grande.

Segundo o secretário Silvio Fidelis, todas as maneiras de conscientizar alunos e comunidade escolar sobre a pandemia são extremamente válidas e urgentes. As cartilhas serão distribuídas juntamente com as atividades pedagógicas, encaminhadas semanalmente aos alunos para que eles possam fazer em casa, suas tarefas com acompanhamento da família e da escola via on-line.

A cartilha desenvolvida para os alunos dos Centros Municipais de Educação Infantil – CMEIs, leva o título  ‘Entendendo o Novo Coronavírus’, cuja  linguagem é bem simples e direta, com muitas ilustrações coloridas, a publicação também traz espaço para a interação. A criança vai poder utilizar lápis de cor e outros materiais para colorir e completar os espaços destinados aos exercícios. Além de conter informações básicas sobre o vírus e sua origem, os cuidados sobre higiene pessoal são citados como medidas de prevenção. Com linguagem fácil adaptada a idade, para entender o tema e a situação hoje vivida em confinamento, uso de máscaras, medidas de higienização, são conteúdos da cartilha.

Já a publicação nominada ‘Todos Contra o Coronavírus’ é destinada aos alunos do Ensino Fundamental e traz informações mais detalhadas sobre os sintomas da Covid-19: as formas de transmissão, as dicas de prevenção, jogos de memória e atividades que podem ser feitas no próprio material para assimilar bem o aprendizado.

“A Escola Pública sempre trabalha e desenvolve atividades pedagógicas com temas atuais, como meio ambiente, dengue, queimadas, festas e comemorações tradicionais do calendário anual. As cartilhas são um excelente material de apoio e orientação neste momento tão sério da pandemia que vivenciamos. Temos o compromisso de levar o conhecimento e a informação correta aos nossos alunos e comunidade escolar para tentar minimizar os efeitos gerados neste período de dificuldades, e cada um fazendo sua parte, e seguindo as orientações das autoridades sanitárias do país e do seu município”, declarou o secretário.

Segundo a prefeita Lucimar Sacre de Campos, em meio à pandemia do Novo Coronavírus, em que as aulas de todo o país estão suspensas, e as escolas têm que cumprir o mínimo de horas letivas exigidos por lei .A Rede de Ensino de Várzea Grande adotou várias medidas para educação remota, seja por meio de plataformas online, ou até via watsapp e material pedagógico como apostilas e cartilhas.

“Entendemos, junto com a equipe pedagógica da Educação a necessidade de buscar meios e estratégias de garantir o acesso às atividades para todos os alunos e cumprir as normas, aí adotamos estes meios on-line e confecção de cartilhas e apostilas, que  têm por finalidade mitigar os impactos causados na aprendizagem durante o período de suspensão das aulas presenciais, com os seguintes objetivos de promover a aprendizagem dos estudantes; manter e reforçar o vínculo com a escola; e complementar as atividades pedagógicas. Para tanto a Secretaria Municipal de Educação elaborou orientações gerais e as escolas, por meio de seus professores, com colaboração e auxílio dos gestores, da coordenação e dos demais funcionários, têm elaborado com zelo e cuidado cada atividade, considerando a faixa etária e a realidade escolar. O que fiquei contente com os resultados mostrados nas notas dos alunos”, disse a prefeita Lucimar Campos.

De acordo com a superintendente Pedagógica, Gonçalina Rondon, as cartilhas sobre o novo coronavírus vêm reforçar ainda mais as atividades que estão sendo produzidas pela Secretaria de Educação e enviadas aos alunos da rede municipal nesses tempos de distanciamento social. “No mês de março, diante da necessidade da suspensão das aulas em decorrência do avanço real da propagação do coronavírus, foi tomada a iniciativa da elaboração de material com contribuições pedagógicas, destinado aos alunos com sugestões de atividades para serem executadas durante o período de isolamento social. Essa medida está sendo importante para manter o vínculo do aluno com as unidades escolares, assim como ampliar os laços afetivos entre filhos e pais que possam destinar um tempo para colaborar com o desenvolvimento dos processos cognitivos e socioemocionais em casa com atividades do dia”, revelou.

Silvio Fidelis acrescenta que, nesse período que estão passando em casa, está sendo possível dar continuidade ao desenvolvimento de importantes potencialidades das crianças por meio de atividades lúdicas compartilhadas pelos familiares. Para crianças entre 4 e 5 anos as orientações são a organização e participação em rodas de conversa e relatos de episódios pessoais vividos em família; momentos de contação de história, dramatização, imitação e musicalização; jogos e brincadeiras, entre estas, as tradicionais como amarelinha, quebra-cabeça, esconde-esconde, cantigas de roda, cabra cega, pula corda; oficina para elaboração de brinquedos com uso de caixas de embalagens; brincadeiras que promovam atividades físicas evitando assim que a criança passe horas em frente à TV e demais aparelhos eletrônicos que favoreçam o sedentarismo.

Os acompanhamentos das atividades não presenciais estão sendo monitorados pelos professores, coordenadores e gestores das unidades escolares e devem contar no aproveitamento do ensino aprendizagem dos alunos da rede pública municipal de Várzea Grande.

Por: Fred Nogueira - Secom/VG