Várzea Grande recebe doação de colchões para auxílio no atendimento aos pacientes do Hospital e Pronto Socorro

Solidariedade
Várzea Grande recebe doação de colchões para auxílio no atendimento aos pacientes do Hospital e Pronto Socorro

A empresa Ortobom doou 50 colchões para o Hospital e Pronto Socorro


16/07/2020    418

A Prefeitura de Várzea Grande recebeu doação de 50 colchões da empresa Ortobom. Os colchões hospitalares serão utilizados no Hospital e Pronto–Socorro Municipal para a substituição de colchões antigos e no incremento de novos leitos de UTIs. O vice-prefeito José Hazama, que articulou a doação junto à empresa instalada no Cristo Rei, em Várzea Grande, afirmou que a iniciativa vai contribuir com o Plano Municipal de Contingência para o Enfrentamento do Coronavírus no município.

“Neste momento de pandemia, agradecemos a todos os empresários que se solidarizam com a causa e se unem à Prefeitura de Várzea Grande no enfrentamento à pandemia da Covid-19. Esses colchões trarão um pouco mais de conforto a quem está internado no Pronto Socorro,  e assegura a manutenção dos empregos de quem está produzindo”, afirmou o vice-prefeito de Várzea Grande, José Hazama.

De acordo com o gerente geral da Ortobom em Mato Grosso, Júlio Santos, os colchões doados foram fabricados na fabrica da empresa localizada em Várzea Grande. “São colchões especiais, próprios para unidades hospitalares, UTIs, pois possuem uma cobertura impermeável para facilitar a assepsia dos leitos. Os colchões são forrados com tecido lavável e higienizável e, já fazem parte da nossa linha de produção”, detalhou o gerente afirmando que as ações de doações pela empresa Ortobom estão ocorrendo em todo o país com o objetivo de ajudar o Poder Público e a sociedade em geral, fazendo a sua parte nesta época de pandemia.

“A empresa se solidariza com o momento vivido e contribui para tornar mais eficiente a ações contra o Coronavírus, se solidarizando com o Poder Público para que possam ofertar mais qualidade e conforto no atendimento aos pacientes com sintomas da Covid-19. O Sistema Único de Saúde é de todos nós e precisamos dele”, ressalta Júlio Santos.

Para o diretor clínico do Hospital e Pronto-Socorro de Várzea Grande, o médico Waldirson Coelho, a doação vem em boa hora. “Com certeza trará conforto aos pacientes. Vamos substituir alguns colchões antigos e teremos a abertura de novos leitos de UTI que precisarão desses colchões. Toda a ajuda e doação é bem vinda. Temos a nossa política de humanização do atendimento, e neste momento de pandemia é importante a sociedade se mobilizar e ajudar as instituições, o poder público para minimizar os impactos deste momento vivenciado não só no nosso Estado e município como também no mundo todo”, disse.

“Nesse momento tão difícil, é de suma importância recebermos auxílios como este da Ortobom e de outras empresas que atuam em outros segmentos. Esses colchões darão auxílio para acomodar os nossos pacientes. Esse é um momento de responsabilidade social, tanto do poder público como dos nossos empresários. Agradecemos à Ortobom por essa iniciativa. Estamos abertos para doações que venham ajudar os nossos hospitais e unidades de saúde a suportar este volume alto de pacientes hoje acometidos pelo coronavírus”, completou o vice-prefeito José Hazama.

Júlio Santos ressaltou que a doação é uma maneira de retribuir a acolhida do município para com a empresa, instalada em Várzea Grande e com produção para todo o Estado de Mato Grosso. “Estamos nos lares de muitas famílias mato-grossenses. Em Várzea Grande temos uma forte história e. assim, retribuímos de maneira singela o que a cidade já nos proporcionou. Contribuindo de maneira social e sempre apoiando no que for preciso. Estamos juntos para sairmos dessa dificuldade. É hora de nos unirmos”, afirmou.

Já a diretor Geral do Hospital e Pronto Socorro, Ney Provenzano agradeceu a todos que tem se sensibilizado e doado itens que atenderão os acolhimentos de pessoas acometidas pelo coronavírus.

“Toda doação é bem vinda, quer seja em alimentos para a Assistência Social, em equipamentos hospitalares e itens importantes como estes colchões especiais que seguem as orientações técnicas específicas para leitos de UTis. O poder público tem investido além as sua capacidade em saúde nesta época de pandemia. A união e solidariedade da sociedade e segmento empresarial ajuda e muito a manter a qualidade do atendimento. São itens caros e necessários e muito utilizados. A prefeita Lucimar Campos não tem medido esforços para manter a unidade no que ela precisa em equipamentos, medicamentos e insumos hospitalares. A demanda aumentou muito, e a Rede SUS é aberta a toda a população, nada mais que justo todos se unirem para o bem comum”, afiançou.

Por: Rafaela Maximiano - Secom/VG