Prefeita prestigia inauguração da delegacia 24h de atendimento às vítimas de violência doméstica e sexual

Combate a Violência Contra a Mulher
Prefeita prestigia inauguração da delegacia 24h de atendimento às vítimas de violência doméstica e sexual

A nova unidade policial está instalada no bairro Planalto, anexo ao prédio da 2ª Delegacia da Capital


09/09/2020    261

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, prestigiou na terça-feira (08.09) a inauguração da reforma e adequação do “Plantão de Atendimento a vítimas de violência doméstica e sexual 24h”, no bairro Planalto em Cuiabá. A unidade que funcionará 24 horas por dia, foi implantada pelo Governo do Estado e contou com a contribuição de voluntários angariados pela primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes. 

A solenidade também foi prestigiada pela primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e da líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres, Maria da Penha, que acompanhou o evento on-line. 

Lucimar Campos ressaltou a importância do Departamento especializado na demanda dos grupos vulneráveis, uma vez que historicamente trata-se de pessoas que têm dificuldade de fazer a denúncia, bem como de serem devidamente acolhidas. “Esperamos que isto esteja mudando aos poucos devido a alterações legislativas, bem como comportamentais, mas as Delegacias da Mulher são um marco importante para a política de enfrentamento à violência contra as mulheres. Nelas, a vítima é acolhida por delegadas mulheres com atendimento especializado e direcionado a cada caso, buscando uma resposta eficaz à violência e contribuindo na consolidação da cidadania feminina. O governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes, que tanto se empenharam para ofertar esse espaço de atendimento especializado, estão de parabéns assim como as delegadas e agentes de polícia que irão trabalhar na nova unidade. Com certeza irá fortalecer o combate à violência que atinge os grupos vulneráveis”, declarou. 

Mauro Mendes destacou a importância da presença na inauguração “de mulheres que fizeram e estão fazendo história como a desembargadora Maria Erotides, a primeira delegada de Mato Grosso Miedir Santana, a prefeita de Várzea Grande Lucimar Sacre de Campos, a líder do movimento em defesa dos direitos das mulheres Maria da Penha, entre tantas outras aqui presentes”. 

Em seu discurso de inauguração, Mauro Mendes, lembrou que há dez anos Mato Grosso aguardava pela implantação do serviço e sua esposa assumiu o compromisso de implantar o serviço desde o início do seu governo. “Ela (Virgínia Mendes), encabeçou esta luta e sabemos das dificuldades pois precisaríamos de ao menos cinco delegados para esta unidade funcionar 24 horas por dia e temos hoje um déficit de delegados, nomeamos 30 delegados, mas precisamos de mais. Ela dizia que elas precisam, as mulheres merecem, e as mulheres terão esse equipamento público e aqui está ele entregue”, disse. 

A obra custou R$ R$ 413.372, 62 mil e mais de R$ 200 mil foram arrecadados pela primeira-dama, Virginia Mendes, que teve atuação direta no processo de mobilização para reforma e adequação da estrutura. A primeira-dama de Mato Grosso declarou que fez questão de se envolver pessoalmente em todos os detalhes da reforma e adequação do “Plantão de Atendimento a vítimas de violência doméstica e sexual”, pois vê combate à violência doméstica como algo essencial. 

“Agradeço de todo coração todos que nos ajudaram a chegar até aqui. Sem a ajuda de centenas de pessoas nada disso seria possível. Unidos somos mais fortes e vamos garantir os direitos das mulheres. Agradeço ao governador que sempre me apoiou e todos os que somaram forças conosco. Agradeço à primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, por ter vindo nos prestigiar. Dedicando especial atenção a esta ação tão importante. Obrigada primeira-dama pela parceria. Assim como agradeço a ministra Damares Alves”, afiançou Virginia Mendes. 

A primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, elogiou a nova estrutura e disse que o atendimento especializado vai ao encontro com o desejo de que não aconteça mais violência contra a mulher, mas que uma vez vítima, a mulher possa ser atendida a qualquer momento. 

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, destacou que a unidade servirá de espelho para outras delegacias de proteção às mulheres e vítimas de violência do país. “Queremos desafiar os demais governadores do Brasil para que tentem fazer uma delegacia mais espetacular que esta. A forma como a primeira-dama Virginia Mendes conduziu esta reforma e como está entregando é uma demonstração de carinho e um recado para os agressores de mulheres: acabou para vocês”. 

O delegado-geral adjunto da PJC, Gianmarco Paccola Capoani, destacou que a delegacia servirá de modelo para outros projetos. Segundo ele, são registrados cerca de 20 atendimentos a mulheres por dia, sendo a maioria de madrugada. Só em 2019, foram atendidas 3052 mulheres só em Cuiabá. 

A ESTRUTURA – Além de salas apropriadas para acolhimento das vítimas, cartórios, atendimentos para as equipes que atuarão no local, possui uma brinquedoteca e playground para crianças. A equipe é formada por cinco delegadas e mais as equipes de escrivães, investigadores, assistentes sociais e psicólogas, no total de 50 servidores da Polícia Civil. 

A nova unidade policial está instalada no bairro Planalto, anexo ao prédio da 2ª Delegacia da Capital. 

Por: Rafaela Maximiano - Secom/VG