Prefeito e vice-prefeito tomam posse para o mandato de 2021 a 2024
NOVA GESTÃO

Prefeito e vice-prefeito tomam posse para o mandato de 2021 a 2024

Em primeiro discurso Kalil Baracat citou a universalização do fornecimento de água e novos investimentos na saúde, educação, infraestrutura, lazer, esporte, social e incentivo à economia, como desafios que enfrentarará.

A posse do novo prefeito de Várzea Grande, Kalil Sarat Baracat de Arruda, e, seu vice José Aderson Hazama, foi marcada por emoção tanto pelos chegavam quantos pelos que deixavam o cargo. O ato simbólico da ex-prefeita Lucimar Sacre de Campos transmitir o cargo passando a faixa de prefeito à Kalil Baracat, chancelou a cerimônia. A Revista de Tropa pelo novo Chefe do Executivo, o juramento ao cargo e a assinatura de posse também foram pontos altos da cerimônia que ocorreu na noite de 1º de janeiro, no ginásio de esportes do Fiotão.

“Não tem como não se emocionar. Primeiro o discurso da nossa querida prefeita Lucimar, que falou com o coração e tocou a todos. Para mim, esse é um momento único, no qual a lembrança do meu, pai, minha avó e demais familiares me enchem o peito. Quero realizar um trabalho tão bom quanto eles e deixar meu legado na história de Várzea Grande”, declarou Kalil Baracat, logo após a posse.

À imprensa, o novo prefeito enumerou os desafios que enfrentará no cargo, a exemplo da solução do problema de universalização do fornecimento de água, dar continuidade ao maior programa de pavimentação asfáltica que a cidade já recebeu, continuar investindo na saúde e na educação sem esquecer das áreas de lazer, esporte, social e da economia.

“Temos grandes desafios para vencer, e não vamos descansar enquanto não conseguirmos superá-los um a um. Várzea Grande avançou muito nos últimos anos, e isso foi possível, pois tivemos uma líder honesta e comprometida com as necessidades das pessoas. Vivemos hoje um tempo de mudança, e esse tempo não será interrompido. Vamos dar continuidade a esse processo de transformação e crescimento que a nossa cidade tem experimentado”, declarou.

Sem eu discurso Kalil Baracat utilizou a expressão “muito trabalho” para retribuir a confiança depositada na sua pessoa e de seu vice José Hazama. Agradeceu aos servidores da Justiça Eleitoral que se empenharam para a realização de “um processo eleitoral democrático, justo e limpo”. E, enfatizou seu compromisso junto ao Legislativo Municipal e demais poderes “de manter uma relação de parceria verdadeira em prol do progresso e do desenvolvimento social e econômico da cidade”.

Sem citar nomes o novo prefeito enalteceu sua equipe de trabalho. “Os secretários por mim escolhidos são pessoas qualificadas e da mais alta confiança”. Encerrou seu primeiro discurso como prefeito de Várzea Grande, desejando dias melhores para toda à humanidade que precisa superar a crise sanitária vivida pela pandemia da covid-19. “Que sejamos capazes de superar essa crise sanitária que estamos vivendo. Que sejamos pessoas melhores, cidadãos mais conscientes e participativos na construção de uma sociedade mais justa, e de um mundo mais humano".

A ex-prefeita Lucimar Campos, enfatizou sua dedicação ao cargo que lhe rendeu o carinho da população várzea-grandense e afirmou que Kalil Baracat fará uma gestão ainda melhor que a sua. “Ter uma alta avaliação é prova de que passei na prova da avaliação popular, me dediquei muito, fiz pelas pessoas de Várzea Grande, busquei a qualidade de vida para todos e recebo o carinho delas, isso é muito gratificante... Tenho certeza que Kalil Baracat e José Hazama farão uma gestão melhor que a minha. Pois encontrarão uma casa equilibrada e financeiramente em ordem... Com o fim do meu mandato não significa que estarei de fora, continuarei assim como Jayme Campos contribuindo por uma cidade melhor, pois Várzea Grande me deu meus maiores tesouros: meu marido, meus filhos, meus netos, amigos e a possibilidade de ter sido a sua prefeita. E quis o destino que eu passe o meu mandato para o neto da primeira prefeita mulher que a cidade teve, ainda na década de 60: a saudosa Sarita Baracat”.

O senador Jayme Veríssimo de Campos destacou a saúde financeira do município e afirmou que Lucimar Campos entrega Várzea Grande com R$ 136.524 milhões em recursos nas contas, além da capacidade de empréstimos em mais de R$ 700 milhões para a realização de convênios e obras. Também lembrou ao novo prefeito e aos 21 vereadores empossados que a nova gestão que inicia só terá sucesso caso haja a harmonia entre os Poderes. “Assim como fui um guardião da minha mulher, quando prefeita, serei também de Kalil, o qual considero um filho”, finalizou.

Também prestigiaram a posse o deputado estadual Carlos Bezerra, o ex-senador e ex-prefeito de Várzea Grande Júlio Campos, o ex-senador Osvaldo Sobrinho, além de autoridades policiais, militares e do Judiciário mato-grossense.

LEGISLATIVO – Além da posse de prefeito e vice-prefeito, a cerimônia ocorrida nesse 1º de janeiro, deu posse aos 21 vereadores eleitos. As posses foram conduzidas pelo vereador mais votado, conforme regimento da Câmara de Vereadores, Fabio Tardim, que também foi eleito presidente da mesa diretora da Casa para 2021/2022, com os pares Rogerinho Dakar e Braz Jaciro, como primeiro e segundo vice-presidentes, e Bruno Rios e Gisa Barros, como primeiro e segundo secretários, respectivamente.

Ainda tomaram posse: Ivan dos Santos, Carlinhos Figueiredo, Paulo Silva, Hilton Gusmão, Sardinha, Sargento Galibert, Joaquim Antunes de Souza, Mauro da Saúde, Alessandro Moreira, Enfermeiro Emerson, Icaro Reveles, Jero Neto, Professora Eucaris Arruda, Rosy Prado, Pedrinho e Pablo Pereira.